Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Mulher baleada por PM em Duque de Caxias tem morte cerebral - Jornal Brasil em Folhas
Mulher baleada por PM em Duque de Caxias tem morte cerebral


A Secretaria de Saúde de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, informou que a costureira Vânia Silva Tiburcio, de 37 anos, teve morte cerebral. Ela foi baleada na noite dessa terça-feira (20) por um policial militar, durante uma blitz em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, região metropolitana do Rio de Janeiro.

O carro em que a vítima estava era conduzido pelo marido dela, Carlos Alberto Lopes, e havia sido roubado em abril, recuperado dias depois, mas a baixa no Detran ainda não tinha sido efetuada. Vania está internada no Hospital Municipal Moacyr Rodrigues do Carmo, em Duque de Caxias.

Segundo nota da Polícia Militar (PM), o veículo com a placa KQR-9943 ainda constava como roubado e por isso foi parado na blitz. Ainda segundo a PM, o disparo foi feito contra o carro porque o motorista “não obedeceu à ordem de parar e tentou fugir da equipe”.

Segundo o marido da vítima, eles estavam indo para a casa da mãe de Vânia, onde iriam passar a noite, para hoje pela manhã seguirem até o posto de Detran para resolver a situação do veículo. Ele disse que o bairro onde moram em Duque de Caxias é considerado área de risco e, portanto, um local muito perigoso para sair de manhã cedo, por isso a decisão de dormir na casa da sogra.

O caso está na Delegacia de Homicídios, onde foi instaurado um inquérito policial. As armas dos policiais foram apreendidas e vão passar por perícia.

Edição: Juliana Andrade

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212