Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Ministro diz que Jucá deixa liderança do governo por “questões locais” - Jornal Brasil em Folhas
Ministro diz que Jucá deixa liderança do governo por “questões locais”


O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse hoje (27) que o senador Romero Jucá (MDB-RR) tomou uma atitude “ética” ao deixar a liderança do governo no Senado, após desentendimentos sobre a forma de lidar com os imigrantes venezuelanos que chegam por Roraima. Segundo ele, o parlamentar continuará tendo protagonismo em assuntos como a construção do chamado Linhão de Tucuruí, mas deixou o cargo de líder por “questões locais”.

“O governo tem muito a agradecer ao seu dinamismo e competência durante o tempo que ele exerceu essa função e desejamos êxito ao senador, principalmente nesta empreitada eleitoral, a qual ele se dedica a partir de agora com mais afinco. Ele está tomando uma atitude ética. A partir do momento que discorda da nossa atitude em relação à questão, ele decide se afastar e tem o direito de tomar as atitudes que entender as mais devidas para a questão”, avaliou.

O ministro repetiu que o governo federal discorda da sugestão apontada por Jucá de fechar, temporariamente, a fronteira da Venezuela com Roraima. Mais uma vez, ele disse que o Brasil tem compromissos internacionais e uma tradição de acolhimento. Segundo Marun, o ex-líder do governo Romero Jucá não tomou a atitude com objetivos eleitoreiros.

Negando que o episódio possa deflagrar uma crise no MDB, partido do presidente Michel Temer e do qual Jucá é presidente nacional, Marun disse que a entrega do cargo foi um ato de uma pessoa digna. O nome do novo líder da bancada governista no Senado deve ser divulgado até amanhã (28).
Líder interino

O ministro disse que Temer deve iniciar ainda hoje as conversas com alguns parlamentares para substituir Jucá, mas não há uma lista de possíveis convidados. Como vice-líder do governo, quem assume interinamente o cargo é o senador Fernando Bezerra (MDB-PE).

“Um senador com o gabarito e a capacidade do Jucá sempre faz falta. Mas ninguém é insubstituível. Ele foi protagonista e continua sendo protagonista nessa questão do linhão, cuja solução ficou praticamente já alinhavada. Vamos nos próximos dias, certamente nesse governo, iniciarmos a obra. Não é pelo fato de Jucá deixar de ser líder do governo que o linhão deixa de ser prioridade nossa”, garantiu.

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

Governadores do Nordeste fecham agenda única para levar a Bolsonaro
Marcha da Consciência Negra pede democracia, direitos e fim do racismo
Bolsonaro diz que vai seguir normas legais para indicação à PGR
Projeto que flexibiliza Lei da Ficha Limpa é arquivado do Senado
Conselho de Ética da Câmara arquiva representação contra Laerte Bessa
Reunião do Escola sem Partido é novamente suspensa em comissão mista
Eunício e equipe do futuro governo voltam a discutir cessão onerosa
Brasil encerra o ano com vitória sobre Camarões por 1 a 0

MAIS NOTICIAS

 

Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
 
 
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
 
 
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
 
 
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados
 
 
Bolsonaro confirma Mandetta para a Saúde
 
 
México habilita 26 empresas brasileiras para compra de carne de frango

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212