Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Contas externas voltam a ficar negativas - Jornal Brasil em Folhas
Contas externas voltam a ficar negativas


As contas externas brasileiras apresentaram resultado negativo em julho, após quatro meses seguidos de superávit.

O déficit em transações correntes, que são compras e vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do país com outras nações, chegou a US$ 4,433 bilhões, segundo dados divulgados hoje (27), em Brasília, pelo Banco Central (BC).

O resultado do mês passado superou o déficit de julho de 2017: US$ 3,419 bilhões.

De acordo com o BC, o déficit foi maior em julho deste ano por conta da redução no superávit comercial, um dos itens das transações correntes.

Em julho, o superávit comercial ficou em US$ 3,9 bilhões, contra US$ 6,055 bilhões em igual mês de 2017.
Expansão das importações de bens

“O decréscimo no saldo comercial foi determinado pela expansão das importações de bens, 49,3%, em relação ao resultado de julho de 2017, impulsionado pelo registro de US$ 3,3 bilhões associados às importações de plataformas de petróleo no âmbito do Repetro [regime especial que suspende os tributos cobrados sobre bens destinados a atividades de exploração de petróleo e gás natural]”, diz o BC, no relatório.

Por outro lado, o Banco Central também registrou crescimento de 21,9% das exportações, impulsionado pela venda de plataforma de petróleo, no valor de US$ 1,3 bilhão, com amparo do Repetro.

Em julho, o resultado negativo para as contas externas não foi totalmente coberto pelos investimentos diretos no país (IDP). Quando o país anota saldo negativo em transações correntes precisa cobrir o déficit com investimentos ou empréstimos no exterior.

A melhor forma de financiamento do saldo negativo é o IDP, porque recursos são aplicados no setor produtivo. No mês passado, o IDP chegou a US$ 3,897 bilhões.

Nos sete meses do ano, entretanto, o IDP (US$ 33,772 bilhões) supera com folga o déficit em transações correntes (US$ 8,078 bilhões). Mas neste ano, o déficit está maior do que o de janeiro a julho de 2018 (US$ 2,835 bilhões).

Edição: Kleber Sampaio

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212