Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Mais de 3 mil militares atuarão na fronteira com a Venezuela - Jornal Brasil em Folhas
Mais de 3 mil militares atuarão na fronteira com a Venezuela


Os 3.200 homens da 1ª Brigada de Infantaria de Selva do Exército - lotada em Boa Vista, mas com homens também em Manaus - serão responsáveis por reforçar a segurança na região fronteiriça do Brasil com a Venezuela, especificamente nas faixas norte e leste, com o objetivo de dar assistência aos venezuelanos que chegam ao país por Roraima.

O trabalho consistirá em aumentar a segurança na área, ampliar a proteção nos abrigos e atuar em conjunto com a Força de Segurança, Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

As informações são do ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, em entrevista exclusiva à Voz do Brasil, que foi ao ar nesta quarta-feira (29).

O ministro afirmou também que o esforço será para que os imigrantes passem pelo posto de controle e obtenham as orientações para o ingresso no país. Segundo ele, o centro de operações conjuntas, reunindo Forças Armadas, PF e PRF, será mantido de forma permanente.

O general afirmou que os militares também vão reforçar a segurança nas rodovias BR-174, que liga Boa Vista a Pacaraima, e BR-401, que vai em direção a Bonfim e Normandia, na Guiana.

Decreto

No Diário Oficial da União de hoje, está o decreto presidencial que autoriza o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) em Roraima. A autorização vale para o período de 29 de agosto e 12 de setembro.

O decreto foi anunciado ontem (28) pelo presidente Michel Temer, em cerimônia no Palácio do Planalto. Segundo ele, a medida é para dar segurança aos brasileiros que vivem em Roraima e também aos venezuelanos.

Crise no estado

A estimativa do governo é que de 600 a 700 venezuelanos entram diariamente pela fronteira, dos quais 20% a 30% permanecem no país.

Em Boa Vista, ainda vivem nas ruas cerca de 2 mil venezuelanos e outros 6 mil estão em abrigos no estado. A Polícia Federal estima que entraram no país quase 130 mil venezuelanos, de 2017 até junho deste ano. Desses, cerca de 60% já deixaram o território brasileiro. Os dados atualizados de ingresso de venezuelanos no país devem sair nos próximos dias.

Na semana passada, moradores de Pacaraima expulsaram venezuelanos de barracas e abrigos e atearam fogo a seus pertences, em um protesto contra a presença deles na cidade.

O motivo do conflito foi o assalto, seguido de espancamento, sofrido por um comerciante local, supostamente cometido por quatro venezuelanos, o que provocou a revolta dos moradores da cidade.

Edição: Carolina Pimentel

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212