Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Presidentes do TSE e do STF repudiam ataque a Jair Bolsonaro - Jornal Brasil em Folhas
Presidentes do TSE e do STF repudiam ataque a Jair Bolsonaro


A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, divulgou há pouco nota à imprensa repudiando o ataque sofrido pelo o candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, ferido durante um ato de campanha, na tarde de hoje (6), em Juiz de Fora (MG).

“O Tribunal Superior Eleitoral repudia toda e qualquer manifestação de violência, seja contra eleitores, seja candidatos ou em virtude do pleito. As eleições são uma manifestação de cidadania por meio da qual o povo expressa sua vontade. Inaceitável que atitudes extremadas maculem conquista tão importante quanto é a democracia”, afirmou a ministra.

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, divulgou, por meio de sua assessoria, um comunicado no qual demonstrou preocupação com atos de violência durante a campanha eleitoral. A ministra também pediu celeridade nas investigações.

De acordo com o comunicado, a ministra demonstrou preocupação com a garantia das liberdades dos candidatos e dos eleitores, qualquer que seja a posição ou ideologia adotada por quem quer que seja e ainda que sejam contrárias, como expressão de um processo eleitoral democrático ,devendo ser renegada qualquer forma de violência ou de desrespeito aos direitos”, diz o texto.

A Polícia Federal instaurou inquérito para apurar o ataque. A PF confirmou que o homem suspeito de ter esfaqueado o candidato, Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi detido por populares e seguranças e conduzido por policiais federais para a Delegacia da Polícia Federal em Juiz de Fora (MG), onde está prestando depoimento. Antes de ser retirado do local, o suspeito chegou a apanhar de pessoas que acompanhavam o evento.

Entidades

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil repudiou o ato de violência, afirmando que a democracia não comporta esse tipo de situação. “A realização das eleições em ambiente saudável depende da serenidade das instituições e militantes políticos. O processo eleitoral não pode ser usado para enfraquecer a democracia”, sustenta a entidade em nota assinada pelo presidente da instituição, Cláudio Lamachia.

A Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas) condenou a violência contra o candidato do PSL e cobrou a responsabilização do agressor, mas pediu serenidade a todos. A entidade, que reúne associações de magistrados e procuradores, lamentou a violência praticada e repudiou todo tipo de agressão contra qualquer candidato.

*Colaboraram Alex Rodrigues e Luiza Damé//Texto ampliado às 19:41

Edição: Sabrina Craide

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE