Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 MME quer fazer leilões regionais para contratar usinas térmicas a gás - Jornal Brasil em Folhas
MME quer fazer leilões regionais para contratar usinas térmicas a gás


O Ministério de Minas e Energia (MME) estuda a possibilidade de realizar leilões regionais para contratar termelétricas a gás natural com o objetivo de substituir usinas a óleo e diesel, para reduzir emissões e custos de operação. A intenção do governo é trabalhar para que as diferentes regiões do país sejam regiões sejam autossuficientes em termos de geração de energia.

A primeira licitação prevista deve ser realizada no Nordeste. “Além de diminuir os preços de energia elétrica para o consumidor, essa medida visa fomentar o aproveitamento do gás natural produzido no Brasil, especialmente na região do pré-sal e no Nordeste, estabelecendo condições que permitirão o desenvolvimento de projetos para incrementar a oferta de gás no mercado brasileiro, aumentando a arrecadação e reduzindo as emissões de gases efeito estufa”, informou o MME.

O tema foi debatido hoje (6) durante reunião do ministro Moreira Franco com o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Décio Oddone, o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, e o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Reive Barros.

Durante a reunião, foi definido que a ANP e a EPE farão uma tomada pública de contribuições conjunta para identificar mecanismos de substituição, nos contratos de fornecimento de gás, do combustível importado (gás natural liquefeito - GNL) pelo gás doméstico.

“Considerando que a ANP, a ANEEL e a EPE são órgãos fundamentais para acompanhar e implementar políticas no setor de energia, para garantir a integração dos setores de gás e energia elétrica, preços justos e abundância no fornecimento de energia”, disse o MME.

Em um primeiro momento, os leilões visam substituir térmicas a óleo cujos contratos vencem entre 2023 e 2024. Também foi criado um fórum permanente de integração entre os três órgãos para discutir medidas para dar agilidade ao processo de ofertas de áreas em leilões e incentivar a competição no mercado de gás natural.

Edição: Sabrina Craide

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE