Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Número de linhas fixas de telefone cai cerca de 3% em 12 meses - Jornal Brasil em Folhas
Número de linhas fixas de telefone cai cerca de 3% em 12 meses


O mercado de telefonia fixa no Brasil apresentou um recuo de 2,97% nos últimos 12 meses. De acordo com os números divulgados hoje (6) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), na comparação de julho de 2018 com o mesmo mês do ano passado, houve uma redução de 1.224.404 linhas. Com isso, o país registrou 40 milhões de assinaturas no mês passado. Na comparação com junho de 2018, a diminuição foi de 180 mil contratos, uma redução de 0,45%.

Segundo a Anatel, a maioria dos assinantes dos serviços de telefonia fixa se concentra nas empresas concessionárias que registram 22.929.173 linhas, enquanto as autorizadas ficaram com 17.118.131 linhas fixas.

Entretanto, em 12 meses, as autorizadas apresentaram um pequeno aumento de 0,22%, somando mais 37.788 linhas e as concessionárias, por sua vez, apresentaram uma redução de 5,22%, com a redução de 1.262.192 linhas. Comparado a junho deste ano, houve queda, em julho, de 25.580, redução de 0,15% nas linhas das autorizadas. Nas concessionárias, a perda foi de 154.920, recuo de 0,67%.

No mês de julho, São Paulo liderou o mercado no segmento das concessionárias com 9.418.433 (41,07%) linhas, uma fatia de 41,07% do mercado. Depois vem o Rio de Janeiro, com 11,2% e 2.570.116 linhas.

O mesmo cenário permanece entre as autorizadas, com São Paulo detendo a maior participação, com 33,15% do mercado e 5.674.670 linhas; em seguida vinha o Rio de Janeiro, com 2.017.907 e participação de 11,78%.

Entre as empresas, no mês de julho deste ano, a Oi liderou o mercado das concessionárias com 12.774.172 linhas e participação de 55,71% das linhas. Em seguida vem a Telefônica, com 9.237.824 linhas e 40,28% do mercado. A Algar Telecom, com 755.698 e 3,29% de participação vem em terceiro. Sercomtel, com 159.623 (0,69%); e Claro, com 1.856 (0,08%) completam o ranking.

Entre as autorizadas, a Claro apresenta a maior fatia do mercado com 62,25% e 10.656.489 linhas; A Telefônica ocupa o segundo lugar com 4.776.937 e 27,9% de participação. A TIM é a terceira com 4,6% do mercado e 787,560 linhas. Algar Telecom, 405.399 (2,36%); Sercomtel, 92.688 (0,54%); Cabo, 35.580 (0,20%); e Oi, 171.313 (0,01%), fecham a lista.

Edição: Lílian Beraldo

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE