Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Bolsonaro poderá sair da cama pela primeira vez, diz hospital - Jornal Brasil em Folhas
Bolsonaro poderá sair da cama pela primeira vez, diz hospital


O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro mantém-se consciente, em boas condições clínicas e hoje será movimentado do leito para a poltrona (poderá se sentar pela primeira vez depois de ataque), de acordo com boletim médico divulgado nesta manhã pelo Hospital Albert Einstein, no bairro Morumbi, no qual ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde ontem. Bolsonaro foi esfaqueado na tarde de quinta-feira (6) durante uma atividade de campanha, em Juiz de Fora (MG).

Segundo boletim, não houve intercorrência nas últimas 24 horas e os exames de imagem e laboratoriais realizados ontem durante avaliação médica mostraram resultados estáveis. Encontra-se em boas condições cardiovascular e pulmonar, sem febre ou outros sinais de infecção. Mantém jejum oral, recebendo nutrientes por via venosa, diz a nota.

O hospital continuará o tratamento clínico, considerado em boa evolução. Segundo o Albert Einstein, não há necessidade de novos procedimentos.

As visitas ao candidato permanecem restritas por ordem médica. Desde ontem, somente esposa e filhos podem entrar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) onde ele está internado. De acordo com o hospital, a UTI é um local de acesso controlado e o descanso é fundamental para Bolsonaro nesta fase de recuperação.
Redes sociais

Bolsonaro, Hospital

Ainda internado e simulando uma arma na mão, o candidato Jair Bolsonaro sai da cama pela primeira vez depois de ataque em Juiz de Fora - Redes Sociais/Flávio Bolsonro

Pelo Twitter, o deputado estadual Flávio Bolsonaro informou que o pai começou hoje a fazer fisioterapia. “Meu pai segue evoluindo e começou agora a fisioterapia. Muito obrigado a todos pela força e pelas orações!”, escreveu por volta de meio-dia.

Ele também divulgou uma foto do pai ao lado da maca e já sentado em uma poltrona. Na imagem, o candidato simula ter uma arma nas mãos.

Questionado na porta do hospital sobre o gesto, outro filho de Bolsonaro, Eduardo, disse que essa é uma marca registrada do seu pai, que tem uma conhecido posicionamento contrário ao desarmamento. Não vejo nada de prejudicial ou alguma coisa que possa gerar violência, nem nada disso, afirmou.

Internação

Bolsonaro saiu da Santa Casa de Juiz de Fora (MG), onde estava internado, na manhã de ontem, em um avião que pousou no aeroporto de Congonhas. De helicóptero da Polícia Militar, ele seguiu até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. De lá, o candidato foi colocado em uma ambulância com destino ao Hospital Albert Einstein, no Morumbi. Bolsonaro foi transferido para São Paulo a pedido da família.

O candidato deu entrada no hospital da capital paulista por volta das 10h45, quando iniciou uma série de exames que durou cerca de 3 horas, segundo a assessoria do hospital. Na ocasião, seu estado de saúde era considerado grave, mas estável.

Ontem (7), pelo Twitter, o candidato se manifestou pela primeira vez dizendo que se recuperava bem.

*Matéria ampliada às 15h24

Edição: Lílian Beraldo

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE