Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Em programa eleitoral, Alckmin e Dias condenam violência - Jornal Brasil em Folhas
Em programa eleitoral, Alckmin e Dias condenam violência


No primeiro dia do programa eleitoral após o ataque ao candidato Jair Bolsonaro, a maioria dos presidenciáveis não se referiu sábado (8) ao episódio.

Os candidatos Geraldo Alckmin (PSDB) e Alvaro Dias (Podemos) trataram diretamente da agressão a Bolsonaro, na tarde de quinta-feira, em Juiz de Fora (MG). Ambos manifestaram solidariedade e condenaram a violência.

Alckmim apelou para a pacificação do país e disse que o Brasil está estarrecido com o ato de violência contra o candidato Jair Bolsonaro.

O tucano condenou a violência, argumentando que esse é o pior caminho e que o ódio cresceu com o PT.

É preciso ter serenidade para separar as coisas. Uma coisa é um atentado a um candidato, ato vil e covarde contra ele e qualquer ser humano. Outra coisa é não deixar que esse acontecimento nos impeça para olhar com cuidado para os problemas do Brasil, afirmou.

Diferença de ideias devem ser respeitadas, diz Alckmin

O candidato do PSDB disse que o ataque a Bolsonaro mostra que é necessário construir uma nova nação, que respeite as diferenças de ideias, partidos, gênero, religião, as diferenças de opinião.

Para Alckmin, esse novo país deve permitir que as pessoas vivam sem medo, além de dar oportunidades no lugar de exclusão e paz no lugar de guerra. Não é na bala e nem na faca que vamos construir essa nação. É no diálogo, na experiência, na serenidade e no respeito, afirmou.

Alvaro Dias abriu o programa desejando pronto restabelecimento ao candidato do PSL. Ele disse que construiu sua vida pública combatendo a corrupção, as mordomias e os vagabundos, mas indignação e raiva são coisas bem diferentes.

Para ele, o ódio não vai construir um país melhor. Eu sempre soube que não é na faca, nem na bala que vamos resolver os problemas, argumentou.

O programa de Bolsonaro veiculou imagens do candidato e uma narração dizendo que a população está orando por ele, usando a hashtag #FORÇAJAIR.

O anúncio é encerrado com uma fala do candidato: Deus acima de todos.

Edição: Kleber Sampaio

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE