Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Conselho do FGTS adia votação sobre crédito para Santas Casas - Jornal Brasil em Folhas
Conselho do FGTS adia votação sobre crédito para Santas Casas


A nova proposta de linha de crédito que destina 5% dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para as Santas Casas e Hospitais Filantrópicos foi tema de uma discussão hoje durante reunião do Conselho Curador do FGTS. A votação do foi adiada, e o assunto será alvo de nova discussão amanhã (12) por um grupo técnico e submetido novamente para votação definitiva do Conselho. A expectativa é de que a matéria seja votada até o final desta semana.

“A gente discutiu bastante a regulamentação da linha dos hospitais filantrópicos, avançamos em muitas coisas mas algumas precisam ainda ser discutidas no grupo técnico. Amanhã a gente vai discutir inclusive a questão orçamentária, quanto a gente vai alocar pra essa linha ainda em 2018 ou não, saber qual a situação do orçamento, então essas questões que precisa de debruçar sobre os números”, afirmou o coordenador geral do FGTS, Bolivar Moura Neto, ao final da reunião.

O volume de recursos estabelecido pelo Conselho determinará o valor concedido para operações de crédito destinadas às entidades filantrópicas e sem fins lucrativos.

Santas Casas

Atualmente, o Brasil conta com três mil serviços filantrópicos que prestam atendimento para o Sistema Único de Saúde (SUS), entre policlínicas, clínicas especializadas e laboratórios.

Destes, 1.627 compõem a rede hospitalar do SUS, sendo responsáveis por 11,5% dos atendimentos ambulatoriais (2,4 bilhões) e 41,4% das internações hospitalares (11,6 milhões) no SUS. Com isso, representam 53% do total de atendimentos realizados no SUS. Em 968 municípios a assistência hospitalar é realizada exclusivamente por essas unidades.

Em 2017, o Ministério da Saúde destinou para as Santas Casas e Hospitais Filantrópicos R$ 22 bilhões para o custeio de serviços ambulatoriais e de média e alta complexidade como internações de cardiologia, transplantes, quimioterapia e cirurgias oncológicas.

Já possuem Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social na Área de Saúde (CEBAS) 1.354 entidades, e, com isso, recebem o benefício de isenção fiscal, menor burocracia em convênios, emendas parlamentares, expansão da infraestrutura e aquisição de equipamentos.

Edição: Sabrina Craide

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212