Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Oct de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Mesmo atacado, Marconi foca em propostas concretas - Jornal Brasil em Folhas
Mesmo atacado, Marconi foca em propostas concretas


Os ataques recebidos de adversários políticos não mudaram o planejamento de campanha do ex-governador Marconi Perillo (PSDB), candidato ao Senado Federal pela coligação Goiás Avança Mais (PSDB, PSB, PTB, PSD, PPS, PR, SD, PV, Patriota, Rede e Avante). Mesmo diante de dezenas de notícias classificadas como fake news e alguns ataques caluniosos e difamatórios, Marconi segue como prometera no início do período eleitoral: focar as ações em propostas, “até para que sirvam de elemento de comparação. Não gasto tempo elaborando teses contra meus adversários e sim maneiras de tirar o Brasil da crise. Respondo ataques com propostas”, disse Marconi.

Tanto em sabatinas e entrevistas como nos programas eleitorais, o ex-governador usa o tempo integralmente para defender seu plano para melhorar a segurança pública do País, por meio do deslocamento de parte do efetivo do Exército, Marinha e Aeronáutica para as fronteiras, como forma de coibir a entrada de armas e drogas no Brasil.

“Em Goiás, criamos em 2002 o Comando de Operações de Divisas, que operou em nossas fronteiras. O resultado foi muito expressivo. Em seis anos, recuperamos mais de 280 veículos furtados e roubados, apreendemos mais de 400 armas de fogo, recapturamos mais de 350 foragidos da Justiça, apreendemos mais de 56.000 quilos de drogas que entrariam em nosso Estado e também mais de R$ 35 milhões em mercadorias provenientes de contrabando e descaminho. Essa ação, além de descapitalizar as quadrilhas, reduziu consideravelmente crimes que seriam executados por meio de todas essas apreensões”, disse Marconi. "Vou apresentar projeto para que as forças armadas estejam lá na fronteira do Brasil com os países que mandam armas e drogas para a infelicidade de nossas famílias".

Ainda segundo o ex-governador, ele trabalhará no Senado pela criação de um Fundo de Segurança Pública, a partir da vinculação de recursos da União, com objetivo de fomentar projetos de segurança, equipar e remunerar melhor as polícias. Também faz parte das propostas de Marconi o financiamento da União para novos colégios militares em todo o Brasil. “Está comprovada a eficácia da implantação de colégios militares em locais de vulnerabilidade social no sentido de proteger nossos jovens que são aliciados pelo crime”, frisou o ex-governador.

Redução da quantidade de parlamentares no Congresso

Marconi Perillo também propõe redução de 1/3 no número de deputados e senadores, com objetivo de economizar de R$ 680 milhões por ano. Marconi disse que proporá a redução do número de senadores de 3 para 2 por unidade da federação. O ex-governador explicou que, com a redução do número de cadeiras, consequentemente cairão os custos pra manutenção de gabinetes e os valores que poderão ser aplicados em áreas essenciais como saúde, educação e segurança.

Faz parte do projeto do tucano ao Senado trabalhar o reajuste da tabela do SUS. De acordo com o ex-governador, estados e municípios têm de custear, por exemplo, a diferença do valor que o Governo Federal paga por uma Unidade de Terapia Intensiva. Hoje os hospitais recebem em torno de R$ 600 por uma diária de internação na UTI. “Vamos atuar pela atualização da chamada Tabela Unificada do SUS, que estabelece os valores dos procedimentos médicos e de internações. Para viabilizar o reajuste, vamos propor o corte de despesas com a máquina pública”, explicou.

"A União tem que repassar mais dinheiro para os estados para que as prefeituras sejam beneficiadas. Como governador, sempre trabalhei para o povo. Com o Goiás na Frente levei dinheiro aos municípios para que os prefeitos pudessem fazer melhorias para a população e assim eu quero continuar como senador", afirmou.

Marconi afirmou disposição em trabalhar pelas reformas política e tributária e também por um novo pacto federativo. “As pessoas desacreditam nos políticos quando aparecem os milagreiros, que usam farsas, fake news, fazem promessas descabidas, tentam desqualificar pessoas que têm todo um trabalho prestado ao longo do tempo. Vou trabalhar para combater isso mostrando todo o histórico de trabalho que tenho”, disse. “Vou defender o Brasil e, é claro, defender o Estado de Goiás, defender essas ideias que eu tenho e quero levar para lá”, enfatizou.

PROPOSTAS DE MARCONI PERILLO PARA O SENADO FEDERAL

- Destacamento de parte das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) para as fronteiras do Brasil, assim como fez em Goiás com a criação do COD da PM.

- Criação do Fundo de Segurança Pública, vinculando recursos da União para financiar novos projetos de segurança

- Propor investimentos da União para implantação de colégios militares em todo território nacional

- Redução da quantidade de senadores e deputados em 1/3 para redirecionar as verbas de gabinete para saúde, educação e segurança

- Reajustar a tabela do SUS paga a hospitais, como forma de desonerar as complementações pagas por estados e prefeituras.

- Reforma política e tributária

- Novo Pacto Federativo

 

Últimas Notícias

Após três quedas seguidas, dólar sobe e fecha o dia em R$ 3,72
Renan Filho: acordo para vender a Ceal depende de União quitar débitos
Riqueza das famílias brasileiras encolheu US$ 380 bilhões
Eletrobras deve liquidar Amazonas Energia, caso leilão fracasse
Dólar abre em queda de 0,52%, cotado a R$ 3,7028
Empresários da indústria estão mais confiantes, diz CNI
Preço da gasolina cai 2% nas refinarias a partir de amanhã
Cesp é vendida sem concorrência com ágio de 2,09%

MAIS NOTICIAS

 

Equipe de transição deve ser definida hoje à tarde, diz Caiado
 
 
ONS vai reforçar ações de segurança energética nas eleições e no Enem
 
 
Inflação medida pelo INPC sobe para 0,30% em setembro
 
 
Universidades particulares terão disciplina sobre primeira infância
 
 
Com Enem, horário de verão começa no dia 18 de novembro
 
 
Governo anuncia recursos de R$ 600 milhões para o ensino médio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212