Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Chanceleres do Brasil e da Venezuela se reúnem hoje em Nova York - Jornal Brasil em Folhas
Chanceleres do Brasil e da Venezuela se reúnem hoje em Nova York


Após a suspensão das relações entre Brasil e Venezuela, pela primeira vez os ministros das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, e o venezuelano, Jorge Arreaza, terão uma reunião hoje (27) às 12h40 (horário de Washington, EUA) e 13h40 (horário de Brasília). O encontro será em Nova York aproveitando que ambos participam das reuniões da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

A conversa ocorre nove meses depois da expulsão do embaixador brasileiro em Caracas, Ruy Pereira, e do acirramento das críticas do governo brasileiro à gestão do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, e do êxodo de imigrantes venezuelanos.

No Brasil, a chegada diária de 600 a 800 venezuelanos, via Roraima, virou tema constante de política nacional e das eleições. O estado sofre com as ameaças de interrupção no fornecimento de energia da Venezuela e de ações de cooperação.

O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, foi à Venezuela, no começo do mês, e esteve com autoridades venezuelanas que asseguraram que não haveria desabastecimento de energia na região.

Além do Brasil, Colômbia, Equador e Peru também estão entre os países que mais recebem venezuelanos. O chanceler venezuelano afirmou hoje que os “meios de comunicação fabricam um conflito em torno de uma suposta crise migratória”.

Após a suspensão das relações entre Brasil e Venezuela, pela primeira vez os ministros das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, e o venezuelano, Jorge Arreaza, terão uma reunião hoje (27) às 12h40 (horário de Washington, EUA) e 13h40 (horário de Brasília).

O encontro será em Nova York aproveitando que ambos participam das reuniões da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

A conversa ocorre nove meses depois da expulsão do embaixador brasileiro em Caracas, Ruy Pereira, e do acirramento das críticas do governo brasileiro à gestão do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, e do êxodo de imigrantes venezuelanos.

No Brasil, a chegada diária de 600 a 800 venezuelanos, via Roraima, virou tema constante de política nacional e das eleições. O estado sofre com as ameaças de interrupção no fornecimento de energia da Venezuela e de ações de cooperação.

O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, foi à Venezuela, no começo do mês, e esteve com autoridades venezuelanas que asseguraram que não haveria desabastecimento de energia na região.

Além do Brasil, Colômbia, Equador e Peru também estão entre os países que mais recebem venezuelanos. O chanceler venezuelano afirmou hoje que os “meios de comunicação fabricam um conflito em torno de uma suposta crise migratória”.

Edição: Kleber Sampaio

 

Últimas Notícias

Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212