Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 ANP prevê arrecadação de até R$ 1,2 tri com novos blocos do pré-sal - Jornal Brasil em Folhas
ANP prevê arrecadação de até R$ 1,2 tri com novos blocos do pré-sal


A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) anunciou hoje (28), no Rio de Janeiro, que a produção de petróleo nos blocos do pré-sal contratados no regime de partilha desde o ano passado deve gerar uma arrecadação de R$ 1,2 trilhão para a União, estados e municípios.

A conta inclui os blocos contratados entre a 2ª e a 5ª rodadas, realizadas entre 27 de setembro do ano passado e hoje, e toma como base as participações oferecidas à União e um valor médio do barril de petróleo na casa dos 70 dólares.

Nos contratos de partilha, utilizados para a produção do pré-sal, as empresas responsáveis pela exploração e produção de petróleo precisam oferecer à União um percentual do que é produzido. Os lances vencedores nos leilões são os que oferecem participações mais altas para o governo.

Ao longo de 30 anos de contrato, a exploração e produção de petróleo nos campos contratados deve gerar uma receita anual de R$ 40 bilhões.
100% dos blocos arrematados

Segundo a ANP, o leilão de hoje garantiu R$ 240 bilhões desse R$ 1,2 trilhão contabilizado. O leilão desta sexta-feira teve 100% dos blocos arrematados, contribuindo para que as quatro rodadas tenham um percentual de contratação de 93%.

Não conheço nenhum local do planeta que tenha um nível tão elevado na contratação, disse o diretor-geral da agência, Décio Oddone.

O ágio médio da 5ª rodada foi de 170%, com ofertas que ultrapassaram o lance mínimo em até 300%.

O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix, comemorou o resultado do leilão e disse que o investimento previsto de R$ 1 bilhão nos blocos contratados hoje prevê apenas os custos para procurar petróleo e gás nos blocos.

A partir do momento em que as descobertas forem feitas, segundo ele, os investimentos serão muito maiores. É com muita alegria que a gente vê esse momento de consolidação, disse ele.

Edição: Kleber Sampaio

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE