Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 ANP inicia, no Rio, 5ª rodada de licitações de áreas do pré-sal - Jornal Brasil em Folhas
ANP inicia, no Rio, 5ª rodada de licitações de áreas do pré-sal


A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) iniciou hoje, em um hotel da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, a 5ª Rodada de Licitações de Partilha da Produção de petróleo em áreas do pré-sal.

Serão oferecidos quatro blocos de exploração e produção nas bacias de Campos e Santos: Saturno, Titã, Pau-Brasil e Sudoeste de Tartaruga Verde.

A área de Tartaruga Verde foi a única pela qual a Petrobras manifestou ao Ministério de Minas e Energia interesse de preferência, o que significa que, pelas regras do pré-sal, caso a estatal brasileira não consiga arrematar esse bloco, poderá se consorciar às empresas vencedoras e obter uma participação de 30% como operadora da exploração de petróleo.

Caso todos os quatro blocos venham a ser arrematados pela iniciativa pública, o governo federal arrecadará em bônus de assinatura R$ 6,8 bilhões.
ANP está otimista

Pouco antes do início do leilão, o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, falou da expectativa sobre a rodada de hoje. “A expectativa é muito boa, eu espero que o leilão seja bem-sucedido, estamos leiloando áreas do pré-sal que são bem interessantes. Eu acredito que todas as quatro áreas serão arrematadas”.

A avaliação de Oddone é de que as áreas que deverão ser alvo da maior disputa são Saturno e Titã, as mais atraentes.

Ao todo 12 empresas foram habilitadas a participar da rodada desta sexta-feira:

- Chevron Brazil Ventures LLC - Estados Unidos
- Cnooc Petroleum Brasil Ltda. - China
- Ecopetrol S.A – Colômbia
- Equinor Brasil Energia Ltda. – Noruega
- ExxonMobil Brasil - Estados Unidos
- Petróleo Brasileiro S.A. (Petrobras) – Brasil
- BP Energy do Brasil Ltda. - Reino Unido
- Cnodc Brasil Petróleo e Gás Ltda. - China
- DEA Deutsche Erdoel AG - Alemanha
- QPI Brasil Petróleo Ltda. - Catar
- Shell Brasil Petróleo Ltda. - Reino Unido
- Total E&P do Brasil Ltda. - França

Ainda segundo a ANP, apenas a petroleira alemã DEA Deutsche Erdoel AG ainda não possui contrato para exploração e produção de petróleo e gás natural no Brasil.
Protestos

Do lado de fora do hotel, manifestantes protestam contra a realização do leilão. Um grupo das organizações não governamentais 350.org e Coesus encheu um balão com o formato do mapa do Brasil e levou fotos de desastres ambientais provocados por acidentes envolvendo a produção de petróleo.

O coordenador de engajamento e comunidades das ONGs, Ilan Zugman, disse que investir em combustíveis fósseis aumenta a emissão de gases do efeito estufa e dificulta a meta de impedir que o planeta aqueça mais de 1,5 graus celsius.

A gente não é contra o progresso, a gente não é contra o desenvolvimento. Já estão disponíveis as energias solar e eólica e elas estão ficando cada dia mais baratas e gerando tantos empregos quanto os combustíveis fósseis, disse ele. O governo brasileiro prefere investir em uma energia do passado e que causa impacto para a saúde e o meio ambiente, finalizou.

Edição: Kleber Sampaio

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212