Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Oct de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Aéreas dizem que mudança no horário de verão vai prejudicar passageiro - Jornal Brasil em Folhas
Aéreas dizem que mudança no horário de verão vai prejudicar passageiro


A decisão do governo federal de adiar o início do horário de verão por duas semanas afetará ao menos 3 milhões de pessoas que viajarão de avião. Segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), a mudança da data acarretará sérias consequências ao planejamento das operações e, consequentemente, para quem adquiriu passagens antecipadamente.

Em nota, a Abear manifestou-se contrária ao adiamento. Alegando que um grande número de usuários corre o risco de perder seus voos, a associação também já pediu à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), à Secretaria de Aviação Civil (SAC), à Casa Civil e aos ministérios dos Transportes e de Minas e Energia que mantenham o cronograma inicial, com o início do horário de verão no dia 4 de novembro.

“A antecedência na definição do período do horário de verão é fundamental para garantir o pleno funcionamento do setor aéreo, seja em voos domésticos (onde há diferentes fusos horários), seja em voos internacionais”, sustenta a entidade, destacando que 42 mil voos de empresas associadas à Abear estão programados para o período. “Mudanças em curto período impactam toda a operação das companhias aéreas”.

A Anac informou à Agência Brasil que o assunto está sendo discutido em âmbito ministerial e que as orientações aos passageiros serão divulgadas em momento oportuno. A Secretaria de Aviação Civil, ligada ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, ainda não se manifestou sobre o assunto.

Enem

O horário de verão estava previsto para começar a zero hora do dia 4 de novembro. A pedido do Ministério da Educação (MEC), a medida foi adiada para o dia 18 do mesmo mês. A data final foi mantida para o terceiro domingo de fevereiro de 2019. O texto com a decisão federal será publicado em breve no Diário Oficial da União.

O Ministério da Educação justificou o pedido de adiamento alegando que a medida visa a evitar transtornos para cerca de 5,5 milhões de estudantes que devem participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cujas provas estão marcadas para os dias 4 e 11 de novembro, em todo o país.

Nas redes sociais, o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, comemorou a mudança. “Candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas. Caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria prejuízos aos participantes.”

O horário de verão é adotado nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal.

Edição: Sabrina Craide

 

Últimas Notícias

José Eliton e Caiado iniciam transição "republicana e no mais alto nível possível"
Carreta Novartis da Saúde chega em Goiás para combate à hanseníase
Mega-Sena sorteia o prêmio de R$ 18 milhões do concurso 2090
Vanderlan visita Tribunal de Justiça de Goiás
Brasil gera 137,3 mil novos postos de trabalho em setembro
Inscritos no Enem podem checar local de provas a partir de hoje
Após três quedas seguidas, dólar sobe e fecha o dia em R$ 3,72
Renan Filho: acordo para vender a Ceal depende de União quitar débitos

MAIS NOTICIAS

 

Equipe de transição deve ser definida hoje à tarde, diz Caiado
 
 
ONS vai reforçar ações de segurança energética nas eleições e no Enem
 
 
Inflação medida pelo INPC sobe para 0,30% em setembro
 
 
Universidades particulares terão disciplina sobre primeira infância
 
 
Com Enem, horário de verão começa no dia 18 de novembro
 
 
Governo anuncia recursos de R$ 600 milhões para o ensino médio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212