Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Boulos anuncia que PSOL apoiará Haddad - Jornal Brasil em Folhas
Boulos anuncia que PSOL apoiará Haddad


O candidato do PSOL, Guilherme Boulos, afirmou hoje (9) que o partido vai apoiar a candidatura do PT à Presidência da República, Fernando Haddad. Nas redes sociais, ele disse ter formalizado o apoio durante encontro com o petista, e apelou para que as pessoas não se deixem desanimar em defesa dos direitos e sonhos.

“Quando eu nasci, o Brasil estava sob a ditadura e eu vou lutar com todas as minhas forças para que minhas filhas não cresçam em outra”, afirmou Boulous, lembrando que o período militar foi “sombrio” e “não de lutas”.

Boulos afirmou que, mesmo sem sair vitorioso no primeiro turno, foi um esforço positivo. “Agradecemos a todos que depositaram seus sonhos nas urnas votando 50. Agora, estaremos nas ruas para derrotar o fascismo e eleger quem representa a democracia no segundo turno: Fernando Haddad.”

Nas redes sociais, o PSOL faz campanha contra o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro. O slogan utilizado é: “No 2º turno o PSOL defende o voto em Haddad e Manuela [d’Ávila, vice na chapa do PT]”.

Apoio

Durante encontro de representantes do PSOL com Fernando Haddad em um hotel na zona sul da capital paulista, Boulos anunciou em entrevista à imprensa que o partido irá compor a coordenação da campanha petista.

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, disse, ao ser questionado sobre a posição do partido em um provável governo petista, que o “apoio incondicional” na campanha não se compromete com um apoio governista.

“Nosso engajamento é menos comprometido com o que será um governo do Fernando Haddad, e nós esperamos que ele seja presidente da República, e muito mais comprometido com o combate a esta ameaça deste grupo do Jair Bolsonaro”, disse em referência às propostas do candidato do PSL que, na avaliação dele, ameaçam direitos sociais.

Também estiveram presentes no anúncio, pelo PT, a presidenta nacional da legenda, Gleisi Hoffmann e o senador Lindbergh Farias, que não foi reeleito no Rio de Janeiro; e pelo PSOL, o deputado federal eleito Marcelo Freixo.

Texto ampliado às 20h16 para acréscimo de informação

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

Governadores do Nordeste fecham agenda única para levar a Bolsonaro
Marcha da Consciência Negra pede democracia, direitos e fim do racismo
Bolsonaro diz que vai seguir normas legais para indicação à PGR
Projeto que flexibiliza Lei da Ficha Limpa é arquivado do Senado
Conselho de Ética da Câmara arquiva representação contra Laerte Bessa
Reunião do Escola sem Partido é novamente suspensa em comissão mista
Eunício e equipe do futuro governo voltam a discutir cessão onerosa
Brasil encerra o ano com vitória sobre Camarões por 1 a 0

MAIS NOTICIAS

 

Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
 
 
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
 
 
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
 
 
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados
 
 
Bolsonaro confirma Mandetta para a Saúde
 
 
México habilita 26 empresas brasileiras para compra de carne de frango

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212