Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Telefonia fixa no país tem redução de 4,42% em 12 meses - Jornal Brasil em Folhas
Telefonia fixa no país tem redução de 4,42% em 12 meses


O número de linhas telefônicas fixas no país apresentou uma redução de 4,42% em 12 meses. De acordo com os dados divulgados hoje (9) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil registrou 39.112.393 linhas fixas em operação no mês de agosto de 2018, o que representa 1.810.123 linhas a menos do que o registrado em agosto do ano passado. Em relação ao mês anterior, agosto apresentou diminuição de 233.113 unidades, redução de 0,59% no número de linhas.

Do total de linhas fixas, 16.711.948 foram registradas pelas autorizadas e 22.400.445 pelas concessionárias. Em 12 meses, as autorizadas tiveram redução de 207.086 linhas, queda de 1,22% e as concessionárias perda de 1.603.037 linhas, menos 6,68%. Na comparação com julho deste ano, houve diminuição de 80.264 linhas, queda de 0,48% entre as autorizadas e nas concessionárias a redução foi de 152.849 linhas, menos 0,68%.

Empresas

A Claro é a empresa que lidera o mercado das autorizadas com 10.607.185 linhas, o que representa uma fatia de 63,47% de participação. Em seguida vem a Telefônica com 4.422.542 de linhas e fatia de 26,46%; Telecom Itália (TIM) com 767.060 linhas e 4,59% do mercado; Algar (CTBC Telecom) com 421.146 e participação de 2,52% e a Oi que com 171.645 de linhas tem 1,03% do mercado.

A empresa, por sua vez, lidera no segmento das concessionárias, com 12.684.520 linhas e 56,63% do mercado. Em seguida vem a Telefônica com 8.800.959 de linhas e 39,29%; depois a Algar com 754.594 linhas e 3,37% de participação. A Sercomtel vem em quarto com 158.515 linhas e 0,71% e a Claro aparece com 1.857 linhas e 0,01% do mercado.
Estados

No mês de agosto, entre as autorizadas, o estado de São Paulo manteve o maior quantitativo de linhas fixas com 5.650.847 unidades, uma participação de 33,81%. Em seguida vem o Rio de Janeiro com 1.987.545 e 11,89%. A mesma situação se mantém entre as concessionárias, com São Paulo apresentando 8.980.886 linhas, 40,09% do total e o Rio de Janeiro com 2.540.089 linhas e 11,34%.

Edição: Fernando Fraga

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212