Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Entrega de documentos para leilão da Amazonas Energia tem mais prazo - Jornal Brasil em Folhas
Entrega de documentos para leilão da Amazonas Energia tem mais prazo


Após anunciar a manutenção da data do leilão e privatização da Amazonas Energia, o governo alterou o cronograma do certame, ampliando o prazo para a entrega da documentação dos interessados na empresas. O prazo final de apresentação dos documentos foi alterado de 22 para 23 deste mês.

O leilão da empresa está marcado para o dia 25. O horário da do leilão também foi alterado, passando das 10h para as 15h da quinta-feira. Com isso, os interessados deverão entregar a documentação das 14h às 17h.

Ontem (18), o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, disse que o governo vai manter o leilão de privatização da Amazonas Energia, mesmo depois de o Senado ter rejeitado o projeto que viabilizava a venda de distribuidoras de energia elétrica da Eletrobras.

Na avaliação do ministro e da Eletrobras, o projeto não era autorizativo para a venda das empresas, mas, sim, criava “mais atrativos” para os possíveis interessados. O anúncio da manutenção do certame foi feito durante a cerimônia de assinatura do contrato de concessão da Companhia Energética do Piauí (Cepisa), primeira das seis distribuidoras da Eletrobras a ser vendida, no mês de julho.

“O leilão da Amazonas está marcado, a decisão de manutenção da data permanece. Vamos agir da mesma maneira que agimos com as outras todas distribuidoras que estão em processo de preparação para a assinatura de contrato”, disse Moreira.

Na noite de terça-feira (16), o Senado rejeitou, por 34 votos a 18, o projeto que facilitava a venda de seis distribuidoras da Eletrobras. No dia seguinte, o assunto causou impacto, inclusive no Ibovespa, índice da Bolsa de Valores de São Paulo, que abriu o dia em baixa, teve oscilação e fechou em leve alta.

A Eletrobras vai administrar os contratos das distribuidoras que não forem vendidas até o dia 31 de dezembro de 2018. Ao final desse prazo, a assembleia de acionistas deve decidir se aceita nova prorrogação do prazo de administração provisória das empresas ou liquidar as que não tiverem sido privatizadas, o que levaria a União a assumir o serviço de distribuição de energia.

“Temos até o dia 31 de dezembro e, para isso, estamos procurando tomar todas as medidas. Primeiro para preservar a manutenção do serviço. Ao governo cabe essa responsabilidade da preservação dos serviços”, disse o ministro. “Queremos manter esse compromisso com a população do Amazonas, mas temos convicção de que o ambiente para a realização do leilão permanece o mesmo”, acrescentou o ministro.

Além da Cepisa, em agosto, foram vendidas as Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron) e Boa Vista Energia, de Roraima. A Companhia Energética de Alagoas (Ceal) está com a venda suspensa por uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF). No caso da Amazonas Energia, os interessados na compra da distribuidora têm até o dia 22 deste mês para apresentar propostas.

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212