Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Em maratona de votação, deputados argentinos aprovam Orçamento de 2019 - Jornal Brasil em Folhas
Em maratona de votação, deputados argentinos aprovam Orçamento de 2019


Em uma sessão tensa e tumultuada, a Câmara dos Deputados da Argentina aprovou por 138 votos a favor, 103 contra e 8 abstenções em primeira votação o Orçamento para 2019. Na imprensa do país, a votação foi classificada como “maratona”, pois superou 14 horas.

O texto inclui redução de gastos públicos no esforço de alcançar a meta de déficit fiscal definido pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), e uma série de outras medidas. O Orçamento ainda tem de ser votado no Senado.

Os governistas apelaram para aprovação do texto em nome do fim do estresse social e a busca pela redução da inflação. A Argentina passa por uma grave crise econômica com desvalorização da moeda e inflação projetada de mais de 40% para este ano, além da previsão de queda da atividade econômica de 2,6%.

O governo Mauricio Macri recorreu a dois empréstimos do FMI, que impôs severas exigências para sua concessão.

Propostas

Pelo texto do Orçamento, proposto pelo governo Mauricio Macri, é necessário cortar despesas em todas as áreas para reduzir a zero o déficit fiscal primário e investir 70% dos recursos em gastos sociais, entre outros pontos.

As metas fazem parte do acordo concluído com o Fundo Monetário Internacional, que assegura um auxílio financeiro para a Argentina de 57,1 bilhões de dólares até o primeiro trimestre de 2020.

Pela proposta do governo, a inflação projetada para 2019 deve ficar em torno de 23% e o dólar a $ 40,10 (pesos argentinos).

Conflitos

Ontem (24), durante a votação houve confrontos entre manifestantes contrários ao governo e forças policiais. Os manifestantes jogaram pedras e paus contra os policiais, que reagiram com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha.

*Com informações da Telam, agência pública de notícias da Argentina

Edição: Kleber Sampaio

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212