Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Bolsonaro aproveitará reforma da Previdência apresentada por Temer - Jornal Brasil em Folhas
Bolsonaro aproveitará reforma da Previdência apresentada por Temer


O deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN), nomeado para a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do novo governo, afirmou hoje (2) que a reforma nas regras da aposentadoria vai levar em consideração o que foi apresentado pelo governo de Michel Temer, ainda em 2017. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 287, que tramita na Câmara dos Deputados, não chegou a ser votada em plenário na última gestão, e o desafio de mexer no setor ficou para o atual governo.

Vamos usar o bom senso, e usar o bom senso significa economia processual. Evidente que a proposta que aí está não é a ideal, então há necessidade de ajustes e eles serão feitos ao longo de janeiro, informou Marinho durante a transmissão de cargo do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Segundo Marinho, o texto mais definitivo da proposta de reforma da Previdência será construído ao longo desse mês para poder ser apresentado a partir da próxima legislatura. Já houve todo um processo de discussão que antecedeu [o momento atual], acho que o próprio país espera com ansiedade o desfecho dessa situação, teremos êxito. É uma necessidade para o próprio país. Esse assunto já decantou, ficou maduro, acrescentou.

Em seu pronunciamento, o ministro Paulo Guedes defendeu enfaticamente a necessidade de aprovação da reforma da Previdência, que estaria condicionada à garantia de crescimento da economia do país. Ele ainda projetou a discussão do tema para os próximos dois ou três meses.

Essa primeira grande despesa [a da Previdência] é o primeiro e maior desafio a ser enfrentado. Se for bem-sucedido, a dois meses, três meses à nossa frente, temos 10 anos de crescimento sustentável à nossa frente [garantidos], afirmou.

Combate a fraudes

Rogério Marinho também informou que o governo deverá editar uma norma, já nas próximas semanas, para combater fraudes na concessão de benefícios previdenciários e assistenciais. Isso será atacado independentemente da reforma da Previdência, disse, ao confirmar que mais detalhes sobre o assunto poderão ser apresentados na próxima sexta-feira (4). Segundo o próprio ministro Paulo Guedes, o combate a fraudes no setor poderia impactar numa economia anual entre R$ 17 bilhões e R$ 30 bilhões para os cofres públicos.

Edição: Fernando Fraga

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212