Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Cemitérios do DF devem receber 300 mil no Dia de Finados - Jornal Brasil em Folhas
Cemitérios do DF devem receber 300 mil no Dia de Finados


Mesmo com chuva, moradores do Distrito Federal não deixam de prestar homenagens a parentes e amigos falecidos neste Dia de Finados. Com guarda-chuvas em mãos, as orações seguem e até mesmo as velas continuam a ser acendidas.

De acordo com a Polícia Militar, a expectativa é que aproximadamente 300 mil pessoas visitem hoje (2) os seis cemitérios do DF: o Campo da Esperança, na Asa Sul, e os cemitérios de Taguatinga, de Brazlândia, de Sobradinho, de Planaltina e do Gama.

A Agência Brasil visitou o Campo da Esperança. Segundo a administração, neste Dia de Finados, os túmulos da família Kubitschek e o do ex-governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz, são os mais visitados. Embora tenha uma lápide no cemitério, o corpo do presidente fundador de Brasília, Juscelino Kubitschek, está no Memorial JK. No local, estão os corpos da primeira-dama Sarah Kubitschek e da filha do casal, a jornalista e política Márcia Kubitschek.

Roriz morreu em 27 de setembro deste ano, aos 82 anos, em Brasília. Ele estava internado no Hospital Brasília devido a uma pneumonia e faleceu em consequência de um infarto do miocárdio.

Enquanto a reportagem esteve no local, era o túmulo do ex-governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz, que atraia os visitantes. O cemitério não tem mausoléus. O túmulo do ex-governador segue o padrão, mas as pedras brancas, que foram um grande retângulo chamam atenção. Os comentários eram os mais diversos. “Ficou imponente” e “está caprichado” eram algumas das frases mais ouvidas.

A aposentada Conceição de Bessa, 73 anos, não estava apenas de passagem pelo cemitério. Sem parentes enterrados no Campo da Esperança, foi ao local só para visitar tanto a lápide de JK quanto a de Roriz. “Eu trabalhava para o Roriz, ele foi um pai para mim”, diz. O marido trabalhou para JK: “Eu conheci o presidente, gostava muito dele. Vim aqui só para visitar os dois”.

Além da família Kubitschek e de Roriz, estão enterrados no cemitério pessoas notáveis, como a atriz Dulcina de Moraes e um dos fundadores do Correio Braziliense e da TV Brasília, Edilson Cid Varela. Está também no cemitério a sepultura de Ana Lídia Braga, assassinada aos 7 anos, em 1973. O crime permanece sem resolução.

A previsão do tempo para a capital hoje, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é de tempo nublado com pancadas e trovoadas isoladas. A temperatura varia de 18 a 28 graus Celsius.

Edição: Wellton Máximo

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212