Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Depois de dois anos, Rio volta a montar árvore de Natal da Lagoa - Jornal Brasil em Folhas
Depois de dois anos, Rio volta a montar árvore de Natal da Lagoa


Um dos símbolos mais conhecidos do Natal no Rio de Janeiro volta à cena depois de dois anos. A Árvore de Natal da Lagoa Rodrigo de Freitas, que foi montada pela última vez em 2015, será novamente instalada este ano. Sem patrocínio, a árvore deixou de ser montada em 2016 e 2017, interrompendo uma tradição de 20 anos.

Agora chamado de Árvore do Rio, o ícone do Natal carioca volta com patrocínio da BR Petrobras. A informação foi divulgada em entrevista coletiva nesta terça-feira (6). Os valores investidos não foram revelados. A inauguração será no dia 1º de dezembro, com um grande show musical e de fogos, com estimativa de público de 200 mil pessoas.

O presidente da BR Petrobras, Ivan de Sá, disse que a volta da árvore, que tem 70 metros de altura e é enfeitada por 900 mil lâmpadas de led, coincide com o momento positivo vivido pela empresa, com as tendências favoráveis do mercado de petróleo e a retomada dos investimentos.

“Para a BR, isto é muito importante, pois estamos em um momento de crescimento da empresa. Nós estamos passando por uma transformação. A BR abriu capital há menos de um ano, com excelentes perspectivas”, afirmou Ivan.

Segundo o empresário Roberto Medina, fundador do Grupo Artplan e idealizador da Árvore da Lagoa, a volta do símbolo natalino representa um momento positivo tanto para o Rio de Janeiro quanto para o Brasil, com a perspectiva do fim da crise. Eu realmente vejo isso. Os projetos estão se alinhando. A gente vem de uma crise econômica e política muito grave. As coisas estão se acomodando. Eu estou bem mais otimista”, disse Medina.

Presente ao lançamento, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, também projetou um futuro melhor para o estado, inclusive pela recuperação do preço do barril do petróleo, item fundamental na economia fluminense. “Eu peguei 14 meses de governo com o preço do barril do petróleo a US$ 28 e 12 meses a US$ 32. Não foi fácil. Agora está variando na casa de US$ 75 a US$ 80, o que melhora muito a situação do estado, que ainda tem uma economia muito dependente do petróleo.

Pezão disse que o próximo governador do estado, Wilson Witzel, vai ter instrumentos para não passar o que ele passou. Eu não quero que ele passe o que eu passei”, afirmou. Segundo Pezão, nos últimos anos, o estado do Rio perdeu R$ 40 bilhões em arrecadação por causa da crise, principalmente no setor do petróleo, com a queda dos preços internacionais e os escândalos que envolveram dirigentes da Petrobras, que frearam os investimentos da companhia.

A Árvore do Rio ficará acesa todas as noites até o dia 6 de janeiro. O projeto cenográfico é de Abel Gomes. A construção da árvore envolve cerca de 1.200 pessoas, entre produtores, engenheiros, técnicos e artistas.

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Bolsonaro elogia Mandetta e Wagner Rosário, ministros anunciados hoje
Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212