Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Sá Leitão quer aproveitar transição para defender espaço da cultura - Jornal Brasil em Folhas
Sá Leitão quer aproveitar transição para defender espaço da cultura


O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, disse hoje (7) que vai aproveitar sua participação no trabalho de transição do governo federal para convencer a equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro sobre a importância de se garantir um espaço importante para a cultura no próximo governo. Sá Leitão é contra a fusão do Ministério da Cultura com o da Educação, mas admite outros arranjos em que a área não perca importância.

Temos ainda muitas entregas a fazer [no ministério]. E também tenho foco grande no trabalho de transição em nível federal, que é importantíssimo. Mostrar aos representantes do novo governo a importância da cultura, da economia criativa, do patrimônio cultural brasileiro, da política cultural como um todo e de todos os programas e ações que foram feitos e que eu espero que tenham continuidade.

De acordo com o ministro, após conhecer mais profundamente as instituições e entender os papéis de cada uma, haverá um ajuste entre a expectativa e a realidade. Tenho confiança de que a nova equipe, ao conhecer o trabalho que fizemos, se sensibilizará e terá uma abordagem à altura da importância da cultura, acrescentou.

Sá Leitão, anunciado ontem (6) como futuro secretário de Cultura e Economia Criativa de São Paulo, acha que a continuidade do ministério não é essencial. Não vejo como um problema. Mais importante do que ter um locus institucional exclusivo, é a importância que se dá ao setor e à política pública. Temos no mundo várias referências de países onde há uma política cultural bastante expressiva com ótimos resultados, sem que exista um ministério específico”, afirmou.

As declarações do ministro ocorreram após cerimônia no Rio de Janeiro que celebrou o 180º aniversário do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB). Entre outras ações, foi anunciado convênio com o IHGB visando as celebrações dos 200 anos da Independência do Brasil, que se completarão em 7 de setembro de 2022. Até lá, deverão ser realizados dois eventos por ano, entre seminários, exposições ou outras atividades.

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212