Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Petrobras lança chamada pública para apoiar projetos musicais - Jornal Brasil em Folhas
Petrobras lança chamada pública para apoiar projetos musicais


Projetos musicais de novos talentos e de artistas já consagrados poderão concorrer em nova chamada pública lançada hoje (4) pela Petrobras. Serão investidos R$ 10 milhões nas iniciativas selecionadas, por meio do Programa Petrobras Cultural.

Conforme o regulamento divulgado, serão contemplados projetos em três segmentos: o primeiro destinado a estimular a circulação de shows, o segundo para fomentar a organização de festivais e o terceiro para viabilizar a criação de projetos de inovação que tragam novos formatos e tecnologias. O prazo para as candidaturas vai até 4 de janeiro do ano que vem, e a divulgação dos selecionados será em 28 de fevereiro.

O coordenador de patrocínios culturais da Petrobras, Milton Bittencourt, destacou que a candidatura será inteiramente online, em um formato simplificado diferente das antigas seleções públicas. O número de projetos selecionados e os formatos escolhidos no segmento de inovação vão depender das ideias que forem submetidas.

Deixamos em aberto para saber o que as mentes dos nossos produtores estão pensando em termos de inovação e tecnologia, disse Bittencourt, ao apresentar a chamada. Quem for contemplado no segmento de inovação poderá receber até R$ 2 milhões.

Os projetos para a circulação de shows são divididos em duas faixas. Uma elas terá como foco novos talentos e patrocinará turnês que levem pelo menos quatro shows a ao menos três estados diferentes, e o valor do patrocínio será de R$ 350 mil. A outra, chamada de Grande Circuito, vai patrocinar projetos de valor entre R$ 350 mil e R$ 1 milhão e exigirá um mínimo de sete apresentações distribuídas em quatro estados.

Assim como os shows, os festivais a serem apoiados estão divididos em duas faixas. A primeira delas vai até R$ 600 mil para a realização de duas edições, e a segunda parte desse valor, até R$ 1,2 milhão, também para duas edições. No caso da primeira faixa, poderão se inscrever festivais novos e, na segunda, é exigido que já tenha ocorrido ao menos uma edição.

Lançamento

O lançamento contou com a presença do cantor e compositor Lenine, que recebeu o Grammy Latino no mês passado com o álbum Em Trânsito, que teve sua produção e turnê patrocinadas pela Petrobras. O cantor venceu a categoria de melhor álbum de rock ou música alternativa em língua portuguesa.

Lenine disse, no lançamento da chamada pública, que o patrocínio permitiu que seus shows ficassem mais baratos e acessíveis, apesar de terem ocorrido em espaços nobres das cidades por onde passou.

Sou de uma época em que a música conseguia se apropriar de um teatro. Se você alugar um equipamento sonoro diariamente, ou qualquer equipamento, perde a possibilidade real de produzir e ficar com permanência nos lugares.

Ao lado de sua mulher e empresária, Ana Barroso, o cantor e compositor deu sua opinião sobre como a tecnologia e as inovações no modo de consumir música afetam a vida dos artistas do setor.

Acho que é tudo muito novo. A cada semana a gente descobre uma plataforma nova de fazer negócios. Eu que a gentge voltou a ser meio mascate. Trabalho com um certo espírito de artesania. É você mesmo que faz, é você mesmo que vende, bota a sacola nas costas e, onde chegar, você tem esse acesso. Cada vez mais, vamos ver pessoas fazendo seus caminhos sem intermediários.

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212