Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Aumentam empresas habilitadas a ofertar área de exploração de petróleo - Jornal Brasil em Folhas
Aumentam empresas habilitadas a ofertar área de exploração de petróleo


A Agência Nacional do Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) anunciou a aprovação da inscrição de mais nove empresas habilitadas a apresentar propostas na oferta permanente de áreas para exploração e produção de petróleo e gás natural nas bacias sedimentares do país.

Com a decisão, anunciada ontem (4), a oferta permanente já conta com um total de 19 empresas inscritas e aptas a apresentar declaração de interesse. O modelo consiste na oferta contínua de campos devolvidos (ou em processo de devolução) e de blocos exploratórios ofertados em licitações anteriores realizados pela ANP e não arrematados ou devolvidos à agência.

De acordo com a ANP, foram selecionados para a primeira etapa 884 blocos em 14 bacias sedimentares e 14 áreas com acumulações marginais, sendo cerca de 80% em bacias terrestres e 20% em bacias marítimas.

“Dos 884 blocos, 158 já estão disponíveis, com a publicação do edital, para declaração de interesse pelas empresas inscritas na Oferta Permanente”, ressalta a ANP.

Esses 158 blocos atendem ao disposto na Resolução CNPE (Conselho de Política Energética) de nº 17/2017, que determina que as áreas ofertadas nas rodadas de licitações promovidas pela ANP devem ser previamente analisadas quanto à viabilidade ambiental pelos órgãos ambientais estaduais e pelo Grupo de Trabalho Interinstitucional de Atividades de Exploração e Produção de Óleo e Gás (GTPEG), além de já ter sido objeto de autorizações de parte do CNPE em licitações anteriores.

“Os blocos e áreas previstos para a primeira etapa da oferta permanente serão incluídos no edital à medida que os demais pareceres ambientais forem emitidos e após a realização de audiência pública específica sobre a inclusão das áreas”, esclarece a ANP.

Segundo ainda a agência, até o momento, 34 empresas apresentaram documentação para participação na oferta permanente.

Edição: Talita Cavalcante

 

Últimas Notícias

Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio
Governo libera 100% de capital estrangeiro nas aéreas nacionais
BNDES fecha o ano com desembolsos de R$ 71 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212