Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Rio de Janeiro segue em estágio de crise e com vias fechadas - Jornal Brasil em Folhas
Rio de Janeiro segue em estágio de crise e com vias fechadas


O Centro de Operações da prefeitura do Rio de Janeiro informa que a cidade permanece em estágio de crise, o terceiro em uma escala de três, que indica a ocorrência de chuva forte a muito forte nas próximas horas, podendo causar alagamentos e deslizamentos.

A mobilidade na cidade do Rio de Janeiro está muito prejudicada hoje (9), devido às fortes chuvas que atingem a cidades desde ontem.

De acordo com a última atualização do Centro de Operações, às 6h40, a cidade estava com nove ocorrências de vias fechadas parcial ou totalmente: Av. Niemeyer, em ambos os sentidos; Alto da Boa Vista, em ambos os sentidos; Grajaú-Jacarepaguá, ambos os sentidos; Av. Embaixador Abelardo Bueno, altura da Av. Ayrton Senna; Mergulhão Billy Blanco (galeria Y); Av. Borges de Medeiros, altura da R. Lineu de Paula Machado e da R. Mário Ribeiro; Av. Epitácio Pessoa, altura do Corte do Cantagalo; Rua Jardim Botânico, altura da Rua Pacheco Leão; Av. Armando Lombardi, altura do Barra Point e do Mergulhinho.

Pelo Twitter, o órgão informa que interditou por volta das 9h40 duas faixas da primeira galeria do Túnel Rebouças, no sentido centro. A abertura da Grajaú-Jacarepaguá começou a ser feita às 9h45, porém foi interrompida devido à queda de uma árvore na altura do Hospital Cardoso Fontes. Na Epitácio Pessoa, foi implantada uma pista reversível no sentido Leblon. Por volta das 10h, um acidente interditou parcialmente a saída da Linha Amarela para a Avenida Brasil, em Bonsucesso, com reflexos na via expressa.

Foram registradas quedas de árvores na Rua Bolívar, altura da Rua Barata Ribeiro, em Copacabana; Avenida Visconde de Albuquerque, altura do número 1.366 e do número 492, no Leblon; Rua Pedro Américo, altura do número 135, no Catete; Curva Chico Anysio, em Jacarepaguá; Avenida Niemeyer, em São Conrado; Estrada das Furnas, altura do número 3001, no Itanhangá; Rua 1º de Março, altura da Rua Visconde de Inhauma, Centro; e na Estrada da Canoa, 1446, em São Conrado.

O Centro de Operações alerta também para o aviso de ressaca no mar, feito pela Marinha, com a possibilidade de ondas de 2,5 metros atingirem a orla do Rio até a manhã de quinta-feira (11).

Só na manhã de hoje, a Defesa Civil acionou 45 sirenes, em 26 comunidades.

Edição: Lílian Beraldo

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE