Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Supremo convoca sessão extraordinária para analisar ações que contestam impeachment - Jornal Brasil em Folhas
Supremo convoca sessão extraordinária para analisar ações que contestam impeachment


O Supremo Tribunal Federal (STF) convocou sessão extraordinária para as 17h30 desta quinta-feira para analisar cinco ações que contestam o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A proposta foi feita pelo ministro Marco Aurélio e acolhida por unanimidade, segundo site da corte. Os ministros cancelaram a reunião ordinária do plenário para se prepararem para julgar uma ação direta de inconstitucionalidade, proposta pelo PCdoB, e quatro recursos em mandado de segurança sobre o rito do processo que tramita na Câmara dos Deputados. Um dos mandados foi impetrado pela Advocacia-Geral da União (AGU).
Diante da chance cada vez mais clara de derrota no próximo domingo, quando o plenário da Câmara vai decidir se autoriza ou não a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma, o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, recorreu nesta quinta-feira ao STF. Alegando que o processo contém "vícios que impedem a sua continuidade", Cardozo pede sua anulação. Ontem, ele já havia rebatido a tese de que judicializar o processo de impeachment seria tentar vencer o tema "no tapetão".
Os demais mandados de segurança e a ação direta de inconstitucionalidade, impetrados por parlamentares do PT, PCdoB e PDT, tratam da ordem da votação na sessão agendada para domingo e da votação do parecer pró-impeachment, aprovado em comissão especial. O ministro Edson Fachin é relator de dois mandados de segurança, incluindo o impetrado pelo governo; Luís Roberto Barroso relata outros dois; e Marco Aurélio, a ação direta de inconstitucionalidade.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212