Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Desembolsos do BNDES registram queda de 46% no primeiro trimestre de 2016 - Jornal Brasil em Folhas
Desembolsos do BNDES registram queda de 46% no primeiro trimestre de 2016


Os desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) alcançaram R$ 18,1 bilhões nos três primeiros meses deste ano, com queda de 46% na comparação com o mesmo período do ano passado.

No primeiro trimestre de 2015, os recursos liberados pela instituição somaram R$ 33,3 bilhões, valor inferior em 24% ao registrado no acumulado janeiro/março de 2014. No acumulado dos últimos 12 meses, os desembolsos atingiram R$ 120,75 bilhões, também com recuo de 32%. As informações foram divulgadas hoje (26).

A queda registrada em 2015 sobre 2014 refletiu os ajustes da nova política operacional do banco, que reduziu sua participação nos financiamentos para abrir espaço para o mercado de capitais nos empréstimos de longo prazo.

De acordo com o BNDES, as consultas por novos financiamentos, que representam a primeira etapa de um pedido ao banco, totalizaram, no primeiro trimestre deste ano, R$ 23,5 bilhões, com redução de 7% na comparação trimestral com 2015, embora revelando um ritmo menor de desaceleração. Nos três primeiros meses do ano passado, as consultas caíram 47% ante igual período de 2014.

O mesmo ocorreu em relação aos enquadramentos, fase posterior à consulta, quando é feita a análise de crédito e do mérito do pedido, que atingiram R$ 22,7 bilhões, com queda de 4%. No primeiro trimestre do ano passado (R$ 23,6 bilhões), a retração observada nos enquadramentos foi de 35,5% sobre igual período de 2014.

Acompanhando a tendência de queda, as aprovações de novos financiamentos (R$ 13,5 bilhões) mostraram redução de 37% nos três primeiros meses de 2016. Em 2015, no primeiro trimestre, as aprovações alcançaram R$ 21 bilhões, com recuo de 46%.

Segundo a assessoria de imprensa do banco, o menor ritmo de desaceleração observado no acumulado até março de 2016, em relação ao ano anterior, se deve ao comportamento da indústria, cujas consultas (R$ 8,1 bilhões) cresceram 77%. O mesmo ocorreu com os enquadramentos de pedidos de financiamento industriais, também no montante de R$ 8,1 bilhões, que subiram 84%, puxados pelo segmento material de transporte.

As micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) responderam por 39% dos desembolsos totais do banco até março deste ano, somando R$ 7,04 bilhões. Somente para microempresas, foram liberados R$ 3,7 bilhões, equivalente a 21% dos desembolsos totais. Conforme a assessoria do BNDES, os resultados acompanham o processo de descentralização do crédito concedido pelo banco.

Para projetos da chamada “Economia Verde”, que englobam eficiência energética, energias renováveis, gestão de água, melhorias agrícolas, adaptação a mudanças climáticas, reflorestamento, entre outros, foram desembolsados no trimestre R$ 3,5 bilhões.

Por regiões do país, o Sudeste seguiu liderando as liberações (R$ 7,72 bilhões), com fatia de 42,8% do total desembolsado.

 

Últimas Notícias

Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Battisti ficará em isolamento por um ano em prisão na Sardenha
CNN Brasil será lançado neste ano
Toffoli nega habeas corpus preventivo para Battisti
ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212