Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Secretaria de Educação visitará escolas ocupadas no Rio - Jornal Brasil em Folhas
Secretaria de Educação visitará escolas ocupadas no Rio


Representantes da Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro farão, ao longo desta semana, visitas às 46 escolas ocupadas por estudantes. Segundo o chefe de gabinete da secretaria, Caio Castro Lima, representantes da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos e do Ministério Público também participarão das visitas.

De acordo com Castro Lima, o objetivo é obter uma interação mais direta com os alunos. A secretaria tem procurado esse contato mais direto com os alunos, mas fica difícil quando eles impedem membros da secretaria de adentrar nas unidades. Já cedemos em muitos pontos, aceitamos algumas reivindicações, mas os estudantes mantêm essa postura intransigente, disse o chefe de gabinete. Para Castro Lima, nesta semana, com as visitas, as coisas podem começar a andar.

Castro Lima informou que a secretaria já estuda uma das demandas dos alunos, que pedem melhora no Sistema de Avaliação da Educação do Estado do Rio de Janeiro (Saerj). “O Saerj não foi bem compreendido pelos professores e alunos. Deveria ser uma espécie de auxílio ao professor para que fossem feitas avaliações diagnósticas, em cada bimestre, de como os estudantes estavam. Se eles [professores e alunos] não concordam com isso, a gente topa fazer duas provas, uma no começo do ano, que seria o Saerjinho [simulado para o Saerl], e outra no fim do ano, para valer.”

Para Michel Policeno, aluno do 3° ano do ensino médio no, primeira escola ocupada, a Secretaria de Educação procura minimizar o movimento.

“É uma tentativa de tirar o protagonismo dos estudantes, como se a gente não fosse capaz de pensar e organizar algo assim. E isso não adianta nada, porque o movimento só cresce, cada dia mais. Cada vez que isso é dito pela secretaria, só fortalece ainda mais a nossa luta”, afirmou Policeno.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212