Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Bloco de prevenção às drogas faz pré-carnaval com o Sargento Pimenta - Jornal Brasil em Folhas
Bloco de prevenção às drogas faz pré-carnaval com o Sargento Pimenta


O bloco carioca Alegria Sem Ressaca faz o seu 13º pré-carnaval consecutivo de prevenção ao uso de drogas e ao consumo em excesso de bebidas alcoólicas no próximo dia 24, dessa vez com uma inovação. Este ano, em vez de desfilarem pela orla de Copacabana, zona sul da cidade, os componentes do bloco montarão um palco fixo na Avenida Atlântica, esquina com Rua República do Peru, e receberão como convidados oito músicos e 120 ritmistas do bloco Sargento Pimenta.

Em 2015, o Sargento Pimenta, que faz carnaval com músicas dos Beatles, levou mais de 100 mil pessoas a seu desfile, e por isso foi escolhido para a ação do Alegria Sem Ressaca.

Criador do Alegria Sem Ressaca, o psiquiatra e especialista em dependência química Jorge Jaber disse que o foco é alertar o público sobre os riscos do uso excessivo de álcool e do consumo de drogas para a saúde. O objetivo é espalhar a ideia de que ninguém precisa se drogar para se divertir. Durante o evento, serão divulgados endereços de atendimento gratuito a dependentes de drogas e suas famílias. Jaber é presidente da Associação Brasileira de Alcoolismo e Drogas (Abrad).

O bloco conta com apoio da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), da Associação Psiquiátrica do Estado do Rio de Janeiro (Aperj) e da Câmara Comunitária da Barra da Tijuca, que oferece espaço para cursos, treinamento e tratamento gratuitos.

Entre os integrantes, é grande a participação de membros dos grupos Alcoólicos Anônimos e Narcóticos Anônimos e de profissionais de saúde mental.

No ano passado, segundo Jaber, mais de 1,5 mil foliões participaram do desfile do Alegria Sem Ressaca. Este ano, porém, a participação do Sargento Pimenta deve multiplicar a adesão. “Porque eles têm uma multidão extraordinária de seguidores”, destacou.

A fama do Sargento Pimenta levou os organizadores do Alegria Sem Ressaca a optar pela apresentação do bloco convidado em um palco fixo, e não fazer o tradicional desfile, “para que os foliões possam se divertir à vontade”.

O evento não tem nenhum patrocinador comercial. A prefeitura do Rio apoia a festa com duas ambulâncias, banheiros químicos, guardas municipais, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Em 2017, Jaber planeja levar o carnaval do Alegria Sem Ressaca para as areias da Praia de Copacabana.

Madrinha famosa
A atriz Luiza Tomé desfilará mais uma vez como madrinha do bloco, com o qual diz ter afinidade pessoal.“Eu tive familiares com problemas de drogas e bebida e sei onde o abuso de qualquer coisa pode levar”, disse a atriz, que perdeu um irmão por overdose e tem outro que conseguiu se recuperar da dependência química.

Luíza diz que apoia integralmente a proposta de prevenção à dependência química da agremiação. “Acho que é uma bandeira muito bacana para ser levantada. Qualquer coisa em excesso faz mal na vida”.

Para a atriz, a presença do Alegria Sem Ressaca no carnaval é importante para mobilizar as pessoas para o tema do vício em álcool e drogas, em especial durante a folia. “Acho interessante como alerta para as pessoas e para os familiares de modo geral que têm problemas com dependentes químicos e também para os que não têm”.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212