Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Petrobras aumenta produção de petróleo e supera meta de 2015 - Jornal Brasil em Folhas
Petrobras aumenta produção de petróleo e supera meta de 2015


A produção de petróleo da Petrobras em 2015 superou a meta anual pela primeira vez nos últimos 13 anos. O volume de 2,128 milhões de barris por dia atingido no período representa alta de 4,6% na comparação com o resultado do ano anterior e supera em 0,15% os 2,125 milhões previstos no plano de negócios da empresa.

A média anual da produção operada na camada pré-sal em 2015 foi a maior da história, atingindo uma média de 767 mil barris por dia, superando a produção de 2014 em 56%.

Se considerada também a extração de gás natural, que cresceu 9,8% em relação ao ano anterior, a produção total chega a 2,6 milhões de barris de óleo equivalente por dia. O resultado é 5,5% maior que os 2,46 milhões de barris de óleo equivalente por dia obtidos em 2014.

“O resultado é importante por demonstrar a grande capacidade operacional da empresa, mesmo em um cenário global adverso para o setor de óleo e gás, e por reiterar, diante do mercado, a previsibilidade e a transparência dos rumos da companhia”, disse, em nota, o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine. Segundo ele, o resultado reforça a convicção pelo caminho de priorizar os investimentos com capacidade efetiva de gerar resultado para a companhia, com prioridade para os projetos de exploração e produção.

O rápido crescimento da produção da plataforma P-58, que opera no complexo do Parque das Baleias, na porção capixaba da Bacia de Campos, e do Flutuador de Produção, Armazenagem e Descarga (FPSO) Cidade de Mangaratiba, no pré-sal da Bacia de Santos, foram alguns dos principais destaques na expansão da produção no ano passado. Além desses fatores, houve a antecipação – de novembro para julho – do início da operação do FPSO Cidade de Itaguaí, na Bacia de Santos.

“Temos consolidado nossa excelência na exploração em águas profundas e ultraprofundas. Em 2015, conseguimos conciliar o avanço tecnológico com a redução dos nossos custos operacionais, o que nos levou à marca de custo de extração de US$ 8 por barril nos campos do pré-sal no terceiro trimestre”, afirmou a diretora de Exploração e Produção da Petrobras, Solange Guedes.

Segundo a estatal, o desempenho satisfatório das demais frentes de produção também teve papel decisivo para o alcance da meta de 2015. No ano passado, a produção do campo de Marlim, na Bacia de Campos, se estabilizou acima dos 200 mil barris por dia, e a do Campo de Roncador chegou ao seu pico ao superar a barreira dos 400 mil barris por dia.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212