Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


12 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Irã considera ilegítimas novas sanções dos EUA devido a programa de mísseis - Jornal Brasil em Folhas
Irã considera ilegítimas novas sanções dos EUA devido a programa de mísseis


O Irã considerou hoje ilegítimas as novas sanções dos Estados Unidos da América (EUA) a Teerã, devido a seu programa de mísseis.

São ilegítimas porque o programa balístico do Irã não é conhecido por ter a capacidade de transportar cabeças nucleares, afirmou o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros iraniano, Hossein Jaber Ansari, citado pela agência noticiosa Isna.

O Irã vai responder a esses atos de propaganda acelerando o seu programa balístico legal e aumentando as suas capacidades de defesa, acrescentou o porta-voz.

Os EUA anunciaram as novas sanções ontem (17), um dia depois de ter começado a ser aplicado o acordo nuclear alcançado entre o Irã e as grandes potências mundiais.

No sábado, os EUA, a União Europeia e o Conselho de Segurança das Nações Unidas suspenderam todas as sanções que aplicavam ao Irã devido ao seu programa nuclear.

O programa de mísseis balísticos do Irã representa uma ameaça significativa para a segurança regional e global e vai continuar a ser objeto de sanções internacionais, justificou Adam J. Szubin, subsecretário para o Terrorismo e Inteligência financeira dos EUA, num comunicado divulgado nesse domingo.

Devido às novas sanções, cinco cidadãos iranianos e uma rede de empresas com sede nos Emirados Árabes Unidos e na China foram incluídos na lista de suspeitos norte-americana, informou, em comunicado, o Departamento do Tesouro, acusando-os de trabalharem na aquisição de componentes para mísseis iranianos.

 

Últimas Notícias

Jornalista e radialista Laerte Junior morre aos 52 anos
Prazo para consolidar dívidas do Refis começa nesta segunda
Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
Receita libera hoje consulta a sétimo lote de restituição do IR 2018
Intenção de investimentos da indústria cresce 4,4 pontos
Mercado reduz estimativa de inflação pela sétima vez
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
Anatel apreende mais de 126 mil produtos não certificados

MAIS NOTICIAS

 

Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
 
 
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
 
 
Diálogo Brasil debate projeto Escola sem Partido
 
 
Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social
 
 
Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus
 
 
ONG homenageia policiais militares mortos no estado do Rio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212