Basileu França vai receber mais 130 bolsas de estudos e duas harpas sinfônicas do Governo de Goiás

0 Shares
0
0
0
0

O Itego em Artes Basileu França vai receber mais 130 bolsas de estudos para os alunos e duas harpas sinfônicas (que serão utilizadas pela rede de orquestras jovens da escola) do Programa Bolsa-Artista do Governo de Goiás. A solenidade de lançamento oficial da Rede de Orquestras Jovens de Goiás e do Programa Bolsa-Artista, acontece na segunda-feira, dia 26, às 14 horas, no Auditório Mauro Borges, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

Sendo uma escola de referência na área artística e uma das mais antigas de Goiás, o Itego em Artes Basileu França foi beneficiado com a doação do Governo de Goiás de mais 130 bolsas de estudos para os alunos, ampliando para 230 o número total de artistas atendidos (anteriormente eram somente 100 músicos da Orquestra Jovem). No total serão 100 bolsas no valor de 600 reais e mais 130 no valor de 800 reais.

O programa Bolsa-Orquestra (hoje ampliado como Bolsa-Artista) foi criado no ano de 2005, com o objetivo de beneficiar os músicos aprendizes da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG). Agora, o incentivo será estendido aos integrantes da Orquestra Sinfônica Pedro Ludovico, do Coro Sinfônico Jovem de Goiás, da Banda Sinfônica Jovem de Goiás, da Big Band Basileu França, do Balé do Teatro-Escola Basileu França, da Cia de Dança Basileu França, do Corpo Cênico Basileu França, do Corpo Circense Basileu França e do Coletivo de Artes Visuais Basileu França (alguns desses grupos passarão a existir a partir do Programa Bolsa-Artista).

O Bolsa-Artista tem como objetivos conceder bolsas de auxílio mensal a alunos de nível avançado, regularmente matriculados no Basileu França; beneficiar a formação de novos profissionais nas variadas áreas artísticas e colaborar com a difusão da arte através do fomento a grupos artísticos de jovens bolsistas, além de possibilitar a democratização do acesso à cultura pelo cidadão.

“Esta é mais uma conquista para os alunos do Basileu França, pois muitos não têm condições financeiras para prosseguir nos estudos. O custo de manutenção e aperfeiçoamento dos jovens artistas é muito alto, levando em conta investimentos como a compra de instrumentos e materiais para ensaios, alimentação, cursos, apresentações e outros. Essas bolsas-artistas concedidas pelo Governo de Goiás vêm a somar com a gente no sentido de manter esses gastos e dar tranquilidade ao aluno para desenvolver sua carreira profissional. Agradecemos muito ao governador Marconi Perillo por acreditar e investir nas artes e na cultura do nosso estado”, salienta a Diretora do Itego em Artes Basileu França, Lóide Magalhães. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 53366

0 Shares
You May Also Like