Aneel mantém em 8,09% percentual de remuneração de distribuidoras de energia

Redação Redação

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) manteve em 8,09% a taxa anual de remuneração das distribuidoras de energia de todo o país, o chamado custo médio ponderado (WACC na sigla em inglês). O mecanismo é usado para definir a remuneração das empresas do setor.

Em vigor desde 2015, o índice atual valerá para este ano e o próximo (2019). O tema foi debatido em consulta pública. No ano passado, a área técnica da Aneel havia sugerido a redução para o percentual de 7,71% nas revisões tarifárias dos próximos dois anos.

O conselho diretor da agência, entretanto, optou atender o pleito das empresas do setor e manter o percentual vigente. A metodologia utilizada em 2015 foi mantida, e o percentual vigente será aplicado até dezembro de 2019. A ideia é que uma nova sistemática seja aplicada a partir de janeiro de 2020, informou a Aneel.

O título da matéria foi corrigido às 17h30: o percentual correto é 8,09%, e não 809%, como tinha sido publicado

Edição: Nádia Franco
– BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 54468

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies