Bono se desculpa por acusações de assédio em ONG que fundou

0 Shares
0
0
0
0

O cantor irlandês Bono, da banda U2, desculpou-se após as acusações de assédio e abuso contra funcionários da ONG ONE, da qual foi um dos fundadores em 2004, declarando-se irritado com os fatos.

O artista, 57, disse em um comunicado lamentar profundamente os fatos, denunciados neste domingo pelo jornal The Mail, e prometeu se reunir com as vítimas para fazer um pedido pessoal de desculpas.

O jornal detalha uma série de incidentes de abuso verbal e assédio sexual, entre eles o de uma mulher casada que foi prejudicada profissionalmente por ter se negado a ter relação sexual com um membro do parlamento da Tanzânia.

A organização ONE, que luta contra a pobreza e trabalha na prevenção de doenças, com sede em Washington, inclui em sua diretoria o ex-premier britânico David Cameron, a diretora do Facebook Sheryl Sandberg e o magnata africano das telecomunicações Mo Ibrahim.
– BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 54886

0 Shares
You May Also Like