Comunidades Terapêuticas são avaliadas pelo Geed e Senad

0 Shares
0
0
0
0

Quatro comunidades terapêuticas conveniadas com o Governo do Estado por meio do Grupo Executivo de Enfrentamento às Drogas (Geed) receberam, durante dois dias nesta semana, visitas técnicas de representantes da Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas (Senad/Ministério da Justiça). O motivo é acompanhar os ajustes firmados com a União e Estado. Durante as visitas foram avaliados os serviços ofertados aos dependentes químicos acolhidos nos estabelecimentos observando-se, entre outras, as condições sanitárias, o programa de acolhimento, o tratamento às pessoas acolhidas, o andamento e resultados práticos junto ao público alvo.

A gerente técnica operacional do Geed, Meire Incarnação, explicou que essa fiscalização visa melhoria da oferta de serviços de acolhimento em comunidades terapêuticas. Estiveram na visita a assessora administrativa Luciana Carvalho Cruz, e a assistente técnico administrativa Eurídice Silva Branquinho, ambas da Diretoria de Planejamento e Avaliação das Políticas sobre Drogas/Senad. De um modo geral, “elas gostaram do que viram”, explicou Meire.

Cursos e resultados

Meire Incarnação disse que os internos em Comunidades Terapêuticas (CTs) tem conseguido maior permanência de tempo ali. E considerou que isso se deve boa parte “aos resultados dos treinamentos e cursos ofertados pelo Geed aos técnicos e gerentes das CTs, cuja qualificação profissional vem sendo ampliada na busca de profissionalização e observância das legislação”.

Desta vez foram visitadas as CTs: Obras Sociais da Diocese de Jataí sediada em Santa Helena; a Associação Rubiatabense de Recuperação de Dependência Química, em Rubiataba; Desafio Jovem Restauração Shalom, e Ministério Filantrópico Terra Fértil – Unidade Masculina, estas duas últimas sediadas em Goiânia.

Assessoria de Imprensa e Comunicação do Geed

– BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 56362

0 Shares
You May Also Like