Farc diz que cirurgia de Timochenko é de baixo risco

0 Shares
0
0
0
0

A cirurgia de coração aberto que o líder e candidato presidencial da ex-guerrilha Farc, Rodrigo Londoño, ou Timochenko, fará na Colômbia após sofrer um infarto é de baixo risco, anunciou neste sábado o partido político surgido do acordo de paz de 2016.

O ex-comandante, internado em uma clínica em Bogotá, se encontra bem, com quadro clínico estável e atendendo às recomendações para a cirurgia preventiva programada para a próxima semana, indicou em nota a Farc.

A operação é de baixo risco, segundo os médicos que acompanham o candidato presidencial, acrescentou.

Londoño, de 59 anos, sofreu nesta quinta-feira um infarto ao fim de sua rotina diária de exercícios.

O ex-líder rebelde, que sobreviveu a vários problemas de saúde nos últimos anos, foi enviado de uma região próxima de Bogotá à Clínia Shaio, especializada em tratamentos coronários, onde continua hospitalizado.

Ele está falando, sorridente, otimista. Um pouco mais contente porque teve a oportunidade de descansar e dormir como não conseguia há anos. Estamos todos otimistas, disse neste sábado o ex-guerrilheiro Gabriel Ángel, após visitar Londoño.

A participação de Timochenko na campanha eleitoral é incerta após o problema cardíaco. Os colombianos elegerão em maio o sucessor de Juan Manuel Santos.

O ex-comandante guerrilheiro Rodrigo Granda disse na sexta que o conselho político da atual Força Alternativa Revolucionária do Comum (Farc) se reunirá na segunda e na terça-feira para definir o futuro do pleito.
– BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 54157

0 Shares
You May Also Like