Presidente da Saneago fala sobre medidas contra crise hídrica

Redação Redação

O presidente da Saneago, Jalles Fontoura, participou ao vivo na bancada do JBC 1ª Edição desta terça-feira (13). Ele falou sobre o decreto do governo estadual com medidas preventivas para enfrentar a crise hídrica na Grande Goiânia.

O governo de Goiás decretou situação de emergência nas bacias dos rios Meia Ponte e João Leite pelo período de 290 dias. A decisão consta no Diário Oficial do Estado desta terça-feira. Jalles Fontoura afirma que o decreto é resultado de ação preventiva do governo e Saneago para evitar que o cenário de 2017 se repita, quando o período de forte estiagem prejudicou o abastecimento de água tratada em Goiânia e Região Metropolitana.

“É possível que tenham outro estresse hídrico em 2018, então, começamos a pensar alternativas”, disse o presidente da Saneago na TBC.

O ato governamental define ações para garantir o uso prioritário de água, a divulgação e conscientização para o seu uso racional, e atuação de operação policial para reprimir o uso de água em desacordo com os processos de licenciamento da utilização de recursos hídricos. – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 55676

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies