Rússia abre investigação por tentativa de assassinato da filha de ex-espião

Redação Redação

As autoridades russas abriram nesta sexta-feira uma investigação por tentativa de assassinato de Yulia Skripal, que ficou gravemente ferida no ataque com gás tóxico contra seu pai, o ex-espião Serguei Skripal, em 4 de março na Inglaterra.

O Comitê de Investigações russo anunciou paralelamente outra investigação por assassinato em relação ao caso do magnata Nikolai Glushkov, encontrado misteriosamente morto em sua casa em Londres na segunda-feira.

O ataque contra os Skripal, que também feriu gravemente um policial britânico que os socorreu, provocou uma grande tensão diplomática entre a Rússia e os países ocidentais, que exigem explicações de Moscou e que anunciaram sanções.

No caso Glushkov a vítima foi vice-diretor da companhia aérea russa Aeroflot e havia recebido asilo no Reino Unido depois de ter cumprido condenação na Rússia por lavagem de dinheiro e fraude.
– BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 56197

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies