Premiê da Itália agradece apoio de Bolsonaro para captura de Battisti

Redação Redação

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, disse hoje (13) ter conversado por telefone com o presidente Jair Bolsonaro. Na conversa, Conte agradeceu o apoio prestado pelo Brasil às autoridades italianas e bolivianas na captura de Cesare Battisti, condenado a prisão perpétua na Itália.

A Justiça italiana sentenciou Battisti pelo assassinato de quatro pessoas, na década de 1970, quando integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo, um braço das Brigadas Vermelhas. Ele se diz inocente. Para as autoridades brasileiras, ele é considerado terrorista.

Em seu perfil no Facebook, Giuseppe Conte mencionou as famílias das vítimas. “As famílias Santoro, Torregiani, Sabbadin e Campagna poderão, finalmente, obter justiça. A captura e expulsão de César Battisti são um resultado esperado há mais de 40 anos, que devemos principalmente a eles, bem como às outras vítimas de suas ações criminosas”, postou Conte.

Paralelamente, o ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, reiterou os agradecimentos aos brasileiros e bolivianos. Ele usou as redes sociais para transmitir a mensagem.

“Agradeço às forças policiais italianas e estrangeiras, à polícia italiana, à Interpol, à Aise [agência italiana de inteligência] e a todos aqueles que trabalharam para a captura de #CesareBattisti, um delinquente que não merece uma vida confortável na praia, pelo seu trabalho árduo para terminar seus dias na cadeia”, escreveu Salvini, no seu perfil no Twitter.

*Com informações da RAI, emissora pública de televisão da Itália

Edição: Wellton Máximo – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 70988

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies