Procuradora aposentada condenada por torturar criança é presa no Rio

Redação Redação

Policiais civis cumpriram hoje (17) dois mandados de prisão contra a procuradora aposentada Vera Lúcia de Sant’anna Gomes pelo crime de tortura de uma criança de dois anos de idade, em 2010. A vítima era uma menina da qual a procuradora tinha a guarda provisória e que tentava adotar.

A procuradora foi condenada pela Justiça do Rio de Janeiro e presa naquele mesmo ano. Em 2014, ela foi solta por decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), mas voltou a ter sua prisão, em regime semiaberto, decretada em 2016, pela Justiça fluminense.

Desde então, ela era considerada foragida. Depois da prisão hoje, segundo a Polícia Civil, Vera Lúcia passou mal quando era encaminhada à Cidade da Polícia, na zona norte da cidade. Ela foi levada para o Hospital Copa D’Or, na zona sul da cidade, onde está sob custódia de policiais da Divisão de Capturas e Polícia Interestadual (DC-Polinter).

Edição: Fernando Fraga – BRASIL EM FOLHAS COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS – I3D 71185

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies