Moçambique reforça segurança para conter ataques armados

Redação Redação

O ministro do Interior de Moçambique, Basílio Monteiro, anunciou hoje (25) o reforço das medidas de segurança em Manica e Sofala, no centro do país, onde grupos armados têm protagonizado ataques desde agosto.

Nós decidimos incrementar as patrulhas em todas faixas e serão patrulhas mistas, além de outras medidas que preferimos não detalhar, disse ele, durante visita a Chibabava, província de Sofala, onde, na terça-feira (24), grupos armados protagonizaram um novo ataque.

A situação de insegurança afeta dois dos principais corredores rodoviários do país, a Estrada Nacional 1 (EN1), que liga o norte ao sul, e a Estrada Nacional 6 (EN6), que une o porto da cidade da Beira e o Zimbabué e demais países do interior da África austral.

De acordo com o ministro do Interior, os ataques são protagonizados pelos guerrilheiros da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), principal partido de oposição. Eles são procurados pelas autoridades. – RTP – I5D 7826

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies