Mães da Sé orientam passageiros para prevenir casos de desaparecimento

0 Shares
0
0
0
0

A Secretaria de Segurança Pública registrou 24.368 desaparecimentos somente no Estado de São Paulo em 2018. Cerca de 80% das ocorrências foram esclarecidas, mas 4.646 permanecem sem resposta.

Em atenção aos casos ocultos pela dureza dos números, o movimento Mães da Sé vai orientar os passageiros sobre prevenção do desaparecimento na Estação Sé, das Linhas 1-Azul e 3-Vermelha. Realizada com o apoio do Metrô de São Paulo, a ação acontece nos dias 17 e 18 de fevereiro (segunda e terça-feira), das 10h às 16h.

O objetivo é instruir os passageiros sobre situações de vulnerabilidade como o Carnaval, momento em que crianças e adolescentes podem desaparecer devido à grande concentração de pessoas nos eventos realizados na cidade, além de humanizar o atendimento às famílias de pessoas desaparecidas e fornecer informações valiosas sobre como agir legalmente.

Uma das maiores conquistas das Mães da Sé – além da colaboração direta com a resolução de diversos casos – é a redução do tempo exigido para registro de desaparecimento. Hoje, a comunicação à polícia pode ser imediata, não é mais preciso esperar 48 horas.

Atuante desde 1996, o movimento deu origem à Associação Brasileira de Busca e Defesa à Criança Desaparecida (ABCD), referência de desaparecimento de pessoas em todo o país.

Para elucidar os casos e amparar quem vive este drama, a entidade sem fins lucrativos presta serviços como apoio psicológico, divulgação de fotos de desaparecidos, assessoria jurídica e fiscalização da ação dos órgãos públicos diante dos casos encaminhados pela ABCD. – Ricardo Macario – I5D 10079

0 Shares
You May Also Like