Suplente da ex-senadora Juíza Selma toma posse no Senado

Redação Redação

O terceiro suplente da ex-senadora Juíza Selma (Podemos – MT), Carlos Fávaro (PSD-MT), foi empossado como senador da República nesta sexta-feira (17). Logo depois de prestar juramento, na sala de comando das votações remotas montada no Prodasen, Fávaro já teve o nome incluído no plenário virtual da Casa e já participa da sessão deliberativa de hoje.

Em dezembro passado, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu cassar o mandato de Selma Arruda por abuso de poder econômico e caixa 2 nas eleições de 2018. Depois de quatro meses da decisão da Justiça Eleitoral, a Mesa Diretora do Senado, formalizou na última quarta-feira (15) a perda de mandato da juíza aposentada, que diante da decisão disse que se dedicará à advocacia.

A Justiça Eleitoral determinou uma nova eleição para preencher o cargo, no dia 26 de abril, mas sem condições de realização do pleito, devido à pandemia do Covid-19, Fávaro ganhou no Supremo Tribunal Federal (STF) o direito de ocupar a cadeira até a realização de novas eleições.

Currículo

Carlos Henrique Baqueta Fávaro, de 50 anos, é agropecuarista. Foi presidente de associações ligadas a produtores de soja em nível estadual e federal. Nas eleições de 2014, então filiado ao PP, foi eleito vice-governador de Mato Grosso no primeiro turno, na chapa encabeçada por Pedro Taques.

Filiado ao PSD desde 2015, em 2018, concorreu a uma vaga ao Senado Federal, mas não foi eleito. Em 2019, tornou-se chefe do Escritório de Representação de Mato Grosso, em Brasília, ms deixou o cargo em fevereiro deste ano para concorrer à eleição suplementar que foi suspensa. – – I1D 10965

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies