Rio: prefeito de Barra Mansa é afastado em operação contra corrupção

Redação Redação

A Justiça determinou o afastamento do prefeito de Barra Mansa, no sul fluminense, Rodrigo Drable Costa, e de dois vereadores e um oficial da Polícia Militar que tem cargo comissionado na prefeitura. Eles são acusados de corrupção e formação de organização criminosa. As informações são do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

Em operação hoje (14), o Ministério Público e a Polícia Civil cumprem 11 mandados de busca e apreensão na prefeitura e na Câmara dos Vereadores de Barra Mansa, além de endereços ligados ao prefeito, aos vereadores Zélio Resende Barbosa e Paulo Afonso Sales Moreira e ao coronel PM Jorge Ricardo da Silva.

O MPRJ não deu detalhes sobre as investigações ou sobre o esquema criminoso supostamente cometido pelos denunciados porque o processo tem sigilo decretado.

Nota
Por meio de nota, a prefeitura informou que o prefeito foi acusado indevidamente, por um vereador da oposição, de ter oferecido vantagens em votação na Câmara Municipal. Para a prefeitura, trata-se de uma denúncia infundada feita com objetivos políticos.

“O corpo jurídico do município já está trabalhando na elucidação dos fatos para corrigir esta injustiça neste importante momento de enfrentamento à pandemia da covid-19”, diz a nota. – Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil – I3D 3098

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies