O Governo Federal reagiu de forma exemplar à crise mundial causada pela Covid-19. Em 2019, ANTES da chegada do vírus, o Brasil já havia entrado no caminho da prosperidade e da liberdade.

As medidas adotadas desde o início da gestão do Presidente Jair Bolsonaro permitiram que o Brasil se destacasse entre os países desenvolvidos e emergentes com os sinais da RETOMADA.

O Brasil que começou a decolar em 2019 já está retomando seu caminho. Vamos reconquistar a confiança com cuidado, amor e esperança.

O BRASIL É FORTE. O BRASIL SERÁ UMA GRANDE NAÇÃO.



A RETOMADA – 2019+2020

Muitas foram as ações adotadas no primeiro ano do Governo do Presidente Jair Bolsonaro para proteger os brasileiros e fortalecer o desenvolvimento do país.

Com o país mais forte, foi possível estabelecer medidas concretas e eficazes contra a crise sanitária causada pelo coronavírus. Em 2020, o Brasil reagiu como poucos países no mundo.

Duas foram as determinações desde sempre: defender a vida e preservar a dignidade dos brasileiros.



A RETOMADA – Recorde apreensão de drogas

Bilhões de reais em prejuízo para o crime organizado! O Brasil segue batendo recordes de apreensão de drogas em 2020. Até outubro, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal apreenderam e destruíram mais de 2,4 mil toneladas de maconha e 91,8 toneladas de cocaína. Além disso, mais de R$ 700 milhões em bens efetivamente foram apreendidos do tráfico.
É o Governo Federal combatendo a farra do tráfico de drogas no Brasil.

Fonte: Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal

Covid: Recursos federais para o combate a covid-19

Dados divulgados pelo Tesouro Nacional revelam que o Governo Federal já investiu R$ 470 bilhões no combate ao coronavírus e suas consequências sociais e econômicas. Com os recursos, dezenas de milhões de brasileiros tiveram sua dignidade e seu emprego preservados.

Desse total, mais da metade foi para o Auxílio Emergencial, que já beneficiou quase 68 milhões de pessoas de forma direta. Estados, municípios e o DF também contaram com uma ajuda de R$ 78 bilhões.

Fonte: Tesouro Nacional

Covid: Brasil investiu mais que a média dos países avançados e emergentes

Desde o início da crise mundial, o Brasil se destaca nos esforços para minimizar os efeitos econômicos e sociais do coronavírus. O impacto primário das medidas adotadas pelo país representa 8,4% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020.

Os números, que colocam o Brasil acima da média dos países avançados (7,1% do PIB) e bem acima dos países emergentes (4,3% do PIB), demonstram o esforço de um Governo que prioriza a vida e a dignidade de TODOS os brasileiros.


Governo zera tarifas de medicamentos e insumos Covid

O Governo combateu a Covid-19 desde o início da crise mundial! Vinte dias antes do carnaval e mesmo antes do primeiro registro, o Presidente Jair Bolsonaro declarou estado de emergência em saúde.

Além disso, as taxas de importação de itens essenciais no combate ao coronavírus estão zeradas até o final de 2020.

Álcool, luvas e máscaras de proteção, artigos de uso cirúrgico, vestuários e respiradores fazem parte da lista.

O Brasil segue em frente. Trabalhando, priorizando a vida e recuperando a economia.

Fonte: Governo Federal

Entregas para os estados (equipamentos, utis, respiradores etc)

O Brasil investe mais que a média dos países avançados e quase o dobro das nações emergentes para combater os efeitos da Covid-19. Até 11 de novembro, foram destinados R$ 24,4 bilhões para aquisição de mais de trezentos milhões de equipamentos, 28 milhões de medicamentos e mais de dezesseis milhões de testes.

Os recursos também possibilitaram a habilitação de 15.563 leitos de UTI e a disponibilização de 11.798 respiradores, 16.609 profissionais de saúde e mais de dezesseis milhões de testes.

Fonte: MInistério da Saúde

Exportações do Agro batem recorde em 2020

O agronegócio brasileiro não perdeu sua força e deve quebrar recordes em 2020. O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) para o ano está estimado em R$ 806,6 bilhões, superior em 11,5% ao de 2019.

Em setembro, as vendas externas do setor cresceram 4,8%, fechando o mês com US$ 8,56 bilhões. Além disso, a participação do agronegócio nas exportações totais do país passou de 40,2% para 46,3% no último ano.

Já a safra de grãos 2020/21 deve alcançar 268,9 milhões de toneladas, 4,6% a mais do que na temporada de 2019/2020. Esse é o Brasil que vai em frente.

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Número de brasileiros em situação de extrema pobreza é o menor em 40 anos

Não foi do Governo Federal a decisão de interromper atividades econômicas. Porém, o Governo trabalhou para garantir o emprego, o alimento, a sobrevivência e a dignidade de quem sofreu com isso. Mais da metade dos brasileiros foram beneficiados pelo Auxílio Emergencial.

Fonte: Governo Federal

– Descoberta de milhões de brasileiros invisíveis

Milhões de brasileiros informais que não eram beneficiários de nenhum programa social agora fazem parte do cadastro do Governo Federal. São cidadãos que tiveram suas dignidades preservadas neste período de crise mundial causada pelo coronavírus.

Fonte: Governo Federal

Eficiência comprovada do Auxílio Emergencial

A extensa rede de combate às fraudes garantiu que o índice de inconformidade com os benefícios do Auxílio Emergencial fosse de apenas 0,44%. A taxa é mais baixa que a do sistema previdenciário norte-americano, considerado o mais seguro do mundo, com 0,82% de registros de inconformidades.

Fonte: Governo Federal

– Via Brasil – YWD 12190