Brasileiros iniciam bem a disputa do circuito mundial de surfe

0 Shares
0
0
0
0

O Brasil começou muito bem a disputa do Billabong Pipe Masters, primeira etapa do circuito mundial de surfe masculino. Na competição realizada na ilha de Oahu (Havaí), três surfistas brazucas foram direto da primeira para a terceira fase da competição.

The @billabong1973 Pipe Masters pres. by @hydroflask is ON!
Watch live on https://t.co/ie0ZfNdmHw and dont forget to submit your fan-cam moments to be a part of all the action. https://t.co/VbXsoziBy1. pic.twitter.com/yXxINCKjKx
— World Surf League (@wsl) December 9, 2020

Um deles foi o atual campeão mundial Ítalo Ferreira, que somou 10,53 pontos para superar o sul-africano Matthew McGillivray (10,16) e o peruano Miguel Tudela (3,44). Quem também mandou bem foi Filipe Toledo, com 7,63 pontos para deixar para trás o português Frederico Morais (7,50) e o australiano Mikey Wright (6,90). O terceiro foi o bicampeão mundial Gabriel Medina.

O Brasil ainda tem a possibilidade de ter mais três representantes na terceira fase da competição caso Adriano de Souza, Alex Ribeiro e Peterson Crisanto superem a repescagem.

Mudança de sede
Um dia após ser registrado um ataque de tubarão antes da disputa das baterias do Maui Pro, primeira etapa do Circuito Mundial de Surfe feminino, a WSL (Liga Mundial de Surfe) anunciou que procura um novo local para a competição.

The WSL has made the decision not to continue running the remaining heats at Honolua Bay. We are working on options to complete the Maui Pro presented by @ROXY event at an alternate location in Hawaii. We will update everyone soon – stay tuned. pic.twitter.com/IkSbuL9fQp
— World Surf League (@wsl) December 10, 2020

Segundo a WSL, um tubarão atacou um surfista amador em Honolua Bay antes do início das baterias da competição. – Agência Brasil – YWD 50003

0 Shares
You May Also Like