Os estudantes ganharam mais prazo para a validação das inscrições para as vagas remanescentes do segundo semestre de 2020 do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Aqueles que se inscreveram para essas vagas, mas cujos prazos já tinham expirado, terão agora até 18 de dezembro para formalizarem os contratos do Fies. A prorrogação foi formalizada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) por meio de portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Até essa data, os inscritos precisam comprovar as informações declaradas no ato de inscrição na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino superior para formalizarem o contrato de financiamento junto ao agente financeiro do Fies.

O coordenador-Geral de Concessão e Controle do Financiamento Estudantil, do FNDE, Rafael Rodrigues Tavares, explicou que o prazo foi estendido em razão da Covid-19 ter provocado uma grande movimentação na Caixa Econômica Federal, um dos principais operadores do Fies. Tavares lembrou que foram disponibilizadas 50 mil vagas remanescentes para o Fies.

“A prorrogação do prazo ocorreu em virtude de um problema na integração com a Caixa e de atendimento nas agências da Caixa em virtude do novo coronavírus. Os estudantes têm, agora, até o dia 18 de dezembro”, explica o coordenador.

Fies de 2021
As instituições interessadas em participar do processo seletivo do Fies do primeiro semestre de 2021 deverão assinar o Termo de Participação até 7 de dezembro deste ano, no qual constará a indicação da proposta de oferta de vagas. A determinação está em portaria publicada no Diário Oficial da União dessa segunda-feira (30). Os procedimentos necessários à emissão e à assinatura do termo são feitos no Sistema Informatizado do Fies (SisFies), no módulo FiesOferta, disponível no endereço eletrônico do Fies.

Fies
É um programa do Ministério da Educação que concede financiamento a estudantes de baixa renda em instituições privadas de ensino superior. Os financiamentos para estudantes com renda familiar per capita de até três salários mínimos têm juros zero.

Pode se inscrever no processo seletivo do Fies o candidato que participou do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e tenha obtido média aritmética das notas nas provas de pelo menos 450 pontos. Também é preciso ter nota superior a zero na redação. Outro requisito é ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

– Ag. Brasil – YWD 12810