Covid-19: Ludmilla testa positivo e desfalca Atlético de Madri
Via Agência Brasil by Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional

Atacante titular da seleção brasileira de futebol feminino, Ludmilla foi diagnosticada com o novo coronavírus (covid-19). Em nota, o Atlético de Madri, clube que ela defende na Espanha, informou que a jogadora está assintomática e isolada em casa, “cumprindo a correspondente quarentena e seguindo os protocolos das autoridades sanitárias”.ebc.png?id=1398086&o=rssebc.gif?id=1398086&o=rss

Ludmilla desfalcou o Atlético no empate por 1 a 1 com o Rayo Vallecano pela 14º rodada do Campeonato Espanhol, nesta quarta-feira (6). O clube ocupa o quinto lugar com 28 pontos. A atacante de 26 anos é a vice-artilheira do torneio, com dez gols, um a menos que a espanhola Esther González, do Levante. A brasileira ainda deve perder os jogos contra Valencia (dia 10) e o líder Barcelona (dia 17).

Única brasileira no elenco atleticano, Ludmilla vive a melhor fase desde que chegou ao time espanhol, na temporada 2017/2018. Na ocasião, a ex-atacante do São José fez 12 gols em 27 jogos. Na atual temporada, são 11 gols em 15 partidas, sendo um deles na Liga dos Campeões. O clube é um dos classificados às oitavas de final da competição europeia.

Presente nas duas últimas partidas da seleção feminina, ambas contra o Equador, em dezembro, Ludmilla participou de nove dos 13 jogos da equipe brasileira sob o comando da técnica Pia Sundhage, com dois gols e uma assistência. Foi dela o primeiro gol da “era Pia”, na goleada por 5 a 0 sobre a Argentina, em agosto de 2019. A jogadora é também uma das dez que mais tempo estiveram em campo com a sueca.

– Via Agência Brasil by Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional – YWD 982302