O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) deu início, neste sábado (2), à fiscalização do trânsito na faixa exclusiva para ônibus das vias N1 e S1, do Eixo Monumental, no Plano Piloto, em Brasília.

A instrução nº 916 do Detran, publicada no Diário Oficial do DF, do dia 2 de dezembro de 2020, estabelece que, na pista da direita, só podem trafegar ônibus do transporte público, táxis e vans escolares. Os demais veículos deverão usar faixas à esquerda. O corredor será exclusivo e funcionará durante 24 horas, em todos os dias da semana.

De acordo com a norma, a conversão à direita será permitida para os acessos ao longo da via, apenas na distância necessária para desaceleração ou aceleração, onde há a sinalização tracejada.

Os motoristas de veículos não autorizados, que não obedecerem a determinação, cometem infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e sete pontos na carteira. Por sua vez, os motoristas de ônibus que usarem as outras pistas estão sujeitos à multa de R$ 130,16 e recebem quatro pontos na carteira.

Segundo o Detran, a partir da próxima semana e durante aproximadamente 15 dias, o órgão fará campanhas educativas de orientação aos motoristas, com abordagens nos semáforos e distribuição de material informativo. Além disso, serão instalados, em pontos estratégicos, painéis luminosos móveis com avisos sobre o funcionamento da nova faixa.

O projeto da faixa exclusiva no Eixo Monumental tem por o objetivo proporcionar maior fluidez ao transporte público coletivo. De acordo com estudos da Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob), no trecho entre o Tribunal de Justiça do DF, na Via S1, e o Teatro Nacional, na Via N1, os ônibus realizam mais de duas mil viagens diárias, transportando, em média, cerca de 160 mil passageiros por dia. – Agência Brasil* – YWD 982076